Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

07/11/2019

Fiocruz Ceará amplia parcerias para monitorar impactos causados pelo derramamento de óleo no Nordeste


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará está ampliando suas parcerias a atividades no Estado. Esta semana, o coordenador da Fiocruz Ceará, Carlile Lavor, e demais pesquisadores da Fundação conheceram as instalações do Instituto de Ciências do mar, Labomar, e conversaram sobre o trabalho desenvolvido pelos profissionais do Laboratório, ligado à Universidade Federal do Ceará (UFC). A Fundação quer cooperar no monitoramento dos impactos socioeconômicos e ambientais causados pelo derramamento de óleo nas praias do Nordeste.

A ideia é unir os ecossistemas em saúde da família, meio ambiente e biotecnologia, áreas de atuação da Fiocruz, ao conhecimento nas áreas de biologia, química, física e oceanografia do Labomar para desenvolvimento conjunto de projetos de ciência, tecnologia e inovação que beneficiem a população. Profissionais do Labomar também já estivem na Fiocruz, onde participaram da Sala de Situação instaurada pela Fiocruz para encontrar soluções rápidas para o derramamento de óleo nas praias do Nordeste.

A Fiocruz Ceará também tem acordo de cooperação técnico-científico com o Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec). As entidades estão atuando para que metodologias analíticas sejam desenvolvidas e validadas mais rapidamente para controlar a qualidade da água, solo e pescados das regiões costeiras afetadas, podendo assim, tranquilizar a população quanto ao consumo de peixes, camarões, mariscos e outros frutos do mar. Além disto, também atua no monitoramento de resíduos de agrotóxicos em solos, águas e alimentos.

Voltar ao topoVoltar