Início do conteúdo

Evento no Museu da Vida discute estudos da divulgação científica


05/03/2018

Fonte: Museu da Vida

Compartilhar:

A divulgação científica como atividade prática vem, há algumas décadas, conquistando importância e espaço no Brasil. A interface acadêmica do campo, no entanto, embora atraia atenção crescente, ainda é emergente no país e precisa enfrentar dificuldades e desafios para se estabelecer como área de conhecimento independente.

O simpósio A ciência da divulgação científica II: a construção de um campo acadêmico, que vai acontecer de 5 a 7 de março, no auditório do Museu da Vida/COC/Fiocruz, visa justamente contribuir para o fortalecimento dessa interface da divulgação científica.

Com a participação de diversos especialistas no campo, do Brasil e de outros cinco países, o evento abordará uma série de temas relevantes nos estudos da divulgação científica, entre eles a inserção da ciência na cultura, a percepção pública da ciência e tecnologia e pesquisas em museus de ciências.

Também serão foco de discussão diferentes metodologias de pesquisa que vêm sendo utilizadas na área. O tema será debatido em uma mesa-redonda no segundo dia do evento (6/3). Já no dia 7 de manhã, haverá um workshop sobre metodologias de pesquisas em museus, com Marianne Achiam, do Departamento de Educação Científica da Universidade de Copenhagen (Dinamarca). A pesquisadora irá apresentar a Teoria Antropológica da Didática como referencial teórico para estudos na área. Marianne também irá proferir conferência durante o evento.

Ainda no dia 7, na parte da tarde, como desdobramento do simpósio, acontece a primeira aula da disciplina Leitura e avaliação de fontes de informação em ciência e tecnologia, que será oferecida no âmbito do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, por Mônica Macedo-Rouet, da Universidade Paris 8, na França. Com vagas limitadas, a disciplina, que será ministrada em português, está aberta para estudantes de pós-graduação da Fiocruz e de outras instituições de ensino e pesquisa.

O simpósio é uma realização do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, da Especialização em Divulgação e Popularização da Ciência e do Museu da Vida, vinculados à Casa de Oswaldo Cruz, além da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia voltado para a Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia, com o apoio da Capes e do CNPq.

A primeira edição do evento aconteceu em julho e agosto de 2017, também no Museu da Vida. Não é necessária inscrição para o simpósio nos dias 5 e 6, que é gratuito e contará com tradução simultânea. A exceção é o workshop do dia 7 de manhã, que será ministrado em inglês, sem tradução, e necessita de inscrição prévia. Para inscrição no workshop do dia 7 e outras informações sobre o evento, envie mensagem para o e-mail nedc.fiocruz@gmail.com .

Para inscrição na disciplina Leitura e avaliação de fontes de informação em ciência e tecnologia, os alunos de pós-graduação podem escrever para pgdc@fiocruz.br.

Confira a programação preliminar do simpósio no site do Museu da Vida.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar