Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Evento internacional aborda emergências sanitárias pelo Aedes aegypti na história

Foto de entomologista instala armadilha para coletar mosquitos adultos em uma ambiente domestico

25/11/2016

Fonte:COC

Compartilhar:

Aedes aegypti e zika: antigas e novas emergências sanitárias” será o tema da 100ª edição do seminário WHO Global Health Histories (História da Saúde Global - OMS) em 2 de dezembro, das 10h às 12h30 (BRST – UTC-2), na Tenda da Ciência Virgínia Schall, campus da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Manguinhos, no Rio de Janeiro. O evento, promovido em diferentes partes do mundo pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Centre for Global Health Histories (CGHH) da Universidade de York (Reino Unido), é organizado na América pela Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz).

Transmissão ao vivo (no dia do evento)

“A realização da 100ª edição do seminário atesta a relevância e a abrangência do projeto Global Health Histories. O tema desta edição motiva uma rica reflexão sobre significativos desafios históricos e contemporâneos de saúde global”, afirma o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha.

No seminário, Jose Moya, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), e Mónica García, da Universidad del Rosario (Colômbia), traçarão um panorama dos processos biológicos, sanitários, históricos e sociais do desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti e de doenças transmitidas pelo vetor, como dengue e zika. O objetivo é abordar os desafios persistentes cujo enfrentamento requer diálogo abrangente entre especialistas e uma abordagem transnacional. A discussão será mediada pelo pesquisador Marcos Cueto, da COC. As apresentações serão em espanhol e terão transmissão ao vivo, com tradução para o inglês.

“Estas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti revelaram falhas das estruturas sanitárias e ao mesmo tempo exigiram respostas sólidas dos atores da saúde pública e estimularam pesquisas médicas inovadoras. Para compreender a complexidade do controle do mosquito, é necessário contrastar o passado e o presente, observando processos contemporâneos, conquistas e desafios”, afirma a vice-diretora de Pesquisa, Educação e Divulgação Científica da COC, Magali Romero Sá.

Criado em 2004, o seminário WHO Global Health Histories busca fornecer subsídios, a partir do entendimento da história da saúde, para que a comunidade internacional possa enfrentar os desafios autuais de saúde global.  Para tanto, aproxima acadêmicos, historiadores, formuladores de políticas públicas, profissionais de saúde pública e o público em geral para discutir questões específicas.  O evento foi realizado pela primeira vez na América em abril de 2016, quando reuniu diferentes atores na Fiocruz, no Rio, para abordar o tema hanseníase.

Serviço

WHO Global Health Histories
‘Aedes aegypti’ e zika: antigas e novas emergências sanitárias
Data e horário: 2 de dezembro, de 10h a 12h30
Local: Tenda da Ciência Virgínia Schall. Campus da Fiocruz em Manguinhos
Endereço: Av. Brasil, 4365. Rio de Janeiro – RJ
Aberto ao público

Para compreender a complexidade do controle do mosquito, é necessário contrastar o passado e o presente, observando processos contemporâneos, conquistas e desafios - Magali Romero Sá (COC)

Voltar ao topoVoltar