Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Especializações da Fiocruz passarão por processo inédito de autoavaliação


28/07/2020

Por: Alex Bicca (CPA/Fiocruz)

Compartilhar:

Avaliar para conhecer. Esse é o tema do processo inédito de autoavaliação dos cursos Lato sensu (especializações) da Fiocruz que terá início na próxima quinta-feira, 30/7. A pesquisa – desenvolvida e conduzida pela Comissão Própria de Avaliação da Fundação (CPA-Fiocruz) –, pretende envolver técnicos-administrativos que trabalham com gestão educacional, alunos e docentes. Seu objetivo é aprofundar os conhecimentos e acumular subsídio sobre os cursos Lato sensu da Fiocruz e, assim, aprimorar o planejamento estratégico da instituição na área. Os participantes receberão o link de participação por e-mail.

Esta primeira avaliação possui cinco eixos do Instrumento de Avaliação Institucional Externa, os Requisitos Legais, elaborados pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, ela é baseada no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Fiocruz: Planejamento e Desenvolvimento Institucional; Gestão Institucional; Corpo Social; Desenvolvimento Profissional; e Infraestrutura.

A presidente da CPA, Adriana Geisler, destaca a importância da participação da comunidade Fiocruz na pesquisa. “O processo de autoavaliação dos cursos de especialização é extremamente relevante, pois permitirá a Fundação conhecer melhor seu Lato sensu, aprimorar a gestão, contribuir para a melhoria da qualidade do processo educativo, bem como articular seus resultados com o planejamento do ensino da Instituição”.

Os participantes receberão, via e-mail, um link para o questionário, que é composto de cerca de 50 questões. A pesquisa será realizada por segmentos, começando pelos técnicos-administrativos, depois os docentes e, por fim, os alunos. Sobre a participação dos alunos, serão considerados aptos os que tiveram matrícula ativa em algum curso de especialização da Fundação (presencial ou EAD) em 2019. Os professores selecionados também foram aqueles que exerceram docência no ano passado. O ciclo completo da Autoavaliação prevê ainda uma oficina com gestores.

A CPA da Fiocruz

A Comissão Própria de Avaliação da Fiocruz (CPA-Fiocruz) foi instaurada em fevereiro de 2016, a partir da Portaria 200/2016. Entre as suas atribuições está a sistematização e análise das informações do processo de autoavaliação da Fiocruz, bem como a prestação de informações da Presidência da Instituição pela Secretaria de Regulação do Mec e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A CPA foi criada dentro do contexto de credenciamento institucional da Fundação como Escola de Governo (EGF), uma das exigências desse processo; e é composta, originalmente, de 12 membros, representantes da comunidade interna, de instituições externas vinculadas à educação em saúde e de representantes da sociedade civil organizada.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar