Início do conteúdo

Elsa-Brasil lança podcasts para profissionais da atenção básica


13/07/2021

Leonardo Azevedo (CCS) e Roberta Costa (CCS)

Compartilhar:

O Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (Elsa-Brasil) acaba de disponibilizar podcasts direcionados a profissionais da atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS), em especial, agentes comunitários de saúde. Os podcasts abordam quatro temas: saúde mental e medicalização; alimentação e obesidade; hipertensão e diabetes; e ambiente de trabalho e sua relação com a saúde. Os conteúdos gratuitos estão disponíveis no SoundCloud e no canal da Fiocruz no YouTube e podem ser compartilhados via WhatsApp e redes sociais.

 

Intitulado A hora do cafezinho, o material apresenta uma linguagem simples e aborda os assuntos por meio de um bate-papo entre as personagens Ana e Helena. Os episódios têm oito minutos, em média, e podem ser ouvidos a qualquer momento, como nos intervalos de atividades, por exemplo. Os podcasts foram produzidos a partir de resultados do Elsa-Brasil, que investiga, desde 2008, a incidência e o desenvolvimento de doenças crônicas na população brasileira, especialmente as cardiovasculares e diabetes.  

 

Podcasts

 

O episódio Saúde mental e medicalização aborda a depressão, a ansiedade e os riscos do uso de determinadas medicações de transtornos de humor. Já em Escolha opções saudáveis de alimentação: leia o rótulo, as personagens discutem a identificação de alimentos saudáveis e não saudáveis e a importância da fonte de informação em tempos de fake news.

 

É possível equilibrar tarefas do trabalho e da família e ainda assim cuidar da saúde? é um episódio que alerta sobre a falta de equilíbrio entre as demandas profissionais e familiares e os seus efeitos negativos para a saúde. Já Diabetes e hipertensão: a influência do local de moradia e da vida que se leva discute sobre os fatores de risco para as doenças crônicas que não são de senso comum, como segregação residencial, violência, ambiente, trabalho noturno e sono. 

 

Elsa-Brasil

 

O projeto Elsa-Brasil acompanha a saúde de 15 mil servidores de instituições brasileiras de ensino superior e pesquisa. O estudo permite conhecer aspectos das doenças crônicas não transmissíveis que, tradicionalmente, só eram investigados nos países desenvolvidos. Para acompanhar o estado de saúde dos participantes, são realizados exames, entrevistas a cada três anos e contatos telefônicos anuais. 

 

Voltar ao topoVoltar