Início do conteúdo

Editora Fiocruz lança tradução de obra fundamental sobre estudos do futuro

Livro: Prospectiva para Ciência, Tecnologia e Inovação

30/07/2021

Marcella Vieira/Editora Fiocruz

Compartilhar:

A fim de preencher uma lacuna na literatura relacionada aos chamados estudos do futuro em âmbitos nacional e internacional, a Editora Fiocruz lança Prospectiva para Ciência, Tecnologia e InovaçãoEscrito por três professores da Escola Superior de Economia (HSE) de Moscou, na Rússia, o novo título estará disponível para aquisição a partir de 25 de agosto, nos formatos impresso – via Livraria Virtual da Editora – e digital, por meio da plataforma SciELO Livros

A obra é uma tradução de Foresight for Science, Technology and Innovation, cuja primeira edição foi lançada em 2016. Publicado originalmente em inglês, o título foi escrito por Ian Miles, Ozcan Saritas e Alexander Sokolov. Valdir Ermida, pesquisador do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), foi o responsável pela tradução. 

O livro pretende ampliar o conjunto de atores engajados na política de ciência e inovação, contribuindo para planejadores, gestores e formadores de políticas. "Os tomadores de decisão estão sendo confrontados com novas complexidades e incertezas. São desafios que exigem a antecipação de perspectivas, suposições e estratégias de longo prazo", alerta Isaac Roitman, professor emérito e cofundador do Núcleo de Estudos do Futuro da Universidade de Brasília (UnB), que assina o texto de orelha.      

Ainda segundo Roitman, o conceito de prospectiva "visa explorar a abrangência de futuros alternativos em vez de estabelecer previsões precisas, devendo basear-se nos conhecimentos das ciências naturais e da engenharia, e nos conhecimentos sociais e econômicos". Já o tradutor destaca que o volume organiza um conhecimento que se encontrava disperso na literatura, aplicando-o ao conceito de ciência, tecnologia e inovação (CT&I). "O livro conjuga desde a história da prospectiva, os conceitos que a justificam, bem como os seus métodos, processos e resultados, aliados a uma rica variedade de exemplos e ilustrações que auxiliam no entendimento de sua aplicação e prática", resume Ermida. 

Logo no prefácio, o pesquisador apresenta uma série de conceitos e definições do termo prospectiva, com o propósito de fundamentar a adoção, em português, desse vocábulo como a justa versão do original foresight. Dessa forma, o livro representa, de acordo com o tradutor, um refinamento conceitual na área de estudos de futuros. São nove capítulos, além de prefácio, introdução, conclusões e referências. Os autores originais assinam também uma Apresentação à Edição Brasileira. "As sessões do livro estão encadeadas segundo uma sequência idealizada de estágios", explica Valdir Ermida.
   
No primeiro capítulo, são apresentados os antecedentes e o objeto da prospectiva. Nos capítulos dois e três, os leitores conhecem as fases de iniciação e de interação. Nos dois capítulos seguintes são apresentadas as principais ferramentas da fase de inteligência. Já o sexto capítulo representa a fase de imaginação, quando são introduzidos os métodos para a construção de cenários.

O capítulo sete mostra a fase de integração, na qual se busca uma compreensão de como as coisas se relacionam entre si para, em seguida, na fase de interpretação (oitavo capítulo), desenvolver e avaliar estratégias para a construção de futuros. Por fim, no último capítulo, o livro enfatiza a importância do estabelecimento de prioridades e de recomendações para ação, focando também na disseminação e na aplicação das recomendações da prospectiva.

A prospectiva e o cenário da pandemia
A obra esmiuça as intrínsecas relações entre a experiência em CT&I e a formulação de políticas públicas. Diante dos muitos desafios causados pela emergência global da Covid-19, os autores mostram a necessidade de conhecimentos especializados para enfrentar uma crise como a pandemia. "Os exercícios de prospectiva geralmente consideram futuros de longo prazo, em que até mesmo os especialistas têm enorme incerteza sobre como as várias possibilidades irão evoluir e se entrelaçar", avaliam Miles, Saritas e Sokolov. 

O tradutor da obra enaltece os esforços dos autores na contextualização dos estudos do futuro com o cenário atual. "Eles nos presenteiam com uma introdução à edição brasileira, em que exploram as relações entre a prospectiva e as políticas vigentes à luz da pandemia de Covid-19. Em um momento histórico, quando todos nós nos perguntamos como deverá ser o mundo pós pandemia, acredito que este livro se apresenta como uma promissora ferramenta de apoio à construção de um futuro melhor", ressalta Ermida.

Sobre os autores
Chefe do Laboratório de Economia da Inovação da Escola Superior de Economia (HSE), em Moscou, Ian Miles é também professor de inovação tecnológica e mudança social na Escola de Negócios de Manchester, Universidade de Manchester (Reino Unido), onde concluiu o doutorado em Inovação em Serviços. Miles tem licenciatura em Psicologia. 

Pesquisador sênior do Instituto Manchester de Pesquisa em Inovação, da Universidade de Manchester, Ozcan Saritas é professor de inovação e estratégia na Universidade Nacional de Pesquisa da Escola Superior de Economia (HSE), em Moscou. É também editor-chefe de Foresight – jornal de estudos sobre futuros, pensamento estratégico e política.

Alexander Sokolov é vice-diretor do Instituto de Estudos Estatísticos e Economia do Conhecimento, da Universidade Nacional de Pesquisas da Escola Superior de Economia (HSE), em Moscou. É diretor do Centro de Prospectiva Internacional da HSE, onde é também professor titular.  

Sobre o tradutor
Chefe do Serviço de Planejamento do INI/Fiocruz, Valdir Ermida é doutor em Business & Management pela Universidade de Manchester. Psicólogo formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), tem mestrado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) e especialização em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Livro Prospectiva para Ciência, Tecnologia e Inovação
Editora Fiocruz 
Primeira edição: 2021
453 páginas
Preço de capa (versão impressa):  R$ 84,00
Preço e-book (versão digital): R$ 50,40

Voltar ao topoVoltar