Início do conteúdo

Curta da VideoSaúde concorre na mostra competitiva VerOuvindo

20/10/2021

VideoSaúde Distribuidora (Icict/Fiocruz)

Compartilhar:

Um retrato delicado, lírico, fruto de projeto de pesquisa sobre as percepções do idoso a respeito do processo de envelhecimento, o documentário A beleza do crepúsculo, que integra o acervo da VideoSaúde e o catálogo do selo Fiocruz Vídeo, foi selecionado para o 6º VerOuvindo - Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife. O evento é considerado uma das principais mostras sobre acessibilidade do Brasil e foi vencedora do Primeiro Concurso de Boas Práticas da Sociedade Civil do Mercosul em Acessibilidade Audiovisual (2018). A beleza do crepúsculo concorre na mostra competitiva do VerOuvindo, entre os dias 10 e 15 de novembro, em duas categorias: documentário com audiodescrição e documentário com tradução em Libras.   

O filme retrata a vida de alguns dos moradores do Morro do Dendê, Rio de Janeiro, onde falam sobre o envelhecimento, compartilham suas perspectivas sobre vida e morte, suas saudades, alegrias e memórias. Um convite à reflexão acerca da complexidade e subjetividade do envelhecimento. Dirigido por Raíssa Cardoso e Jonas Feitosa, teve como ponto de partida a pesquisa acadêmica Percepções do idoso domiciliado sobre seu processo de envelhecimento, realizada pelo Programa de Residência de Família e Comunidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz).  

Os profissionais envolvidos na versão do filme em audiodescrição foram Gabrielle Menezes Vianna, Elisabeth Langer e Bruno do Amaral Linhares. Em Libras, Isabela Cardoso Nascimento. 

O filme foi premiado na 6ª Mostra VideoSaúde, em 2019, e será lançado pelo selo Fiocruz Vídeo neste final de ano de 2021 como uma das três novas produções do seu catálogo, com versões com audiodescrição e tradução em Libras. A obra também integra o projeto Cine Acessibilidade da VideoSaúde, uma coleção de filmes com recursos de acessibilidade disponíveis por meio de pendrives. A beleza do crepúsculo também está disponível na plataforma de filmes da VideoSaúde, lançada no dia 14 de outubro.  

“Esta seleção confirma a qualidade dos filmes e das versões em acessibilidade, ações incorporadas pela VideoSaúde nos anos recentes, que seguem as diretrizes da Política de Comunicação da Fiocruz”, comemora Claudia Lima, cogestora da VideoSaúde.

VerOuvindo: referência no segmento  

É a segunda edição seguida do VerOuvindo que a VideoSaúde emplaca um filme na mostra competitiva. Na edição anterior, em 2019, o documentário Crack repensar foi selecionado e exibido no festival em sessões presenciais. Nesta edição de 2021, terá um formato híbrido, com sessões presenciais e também remotas em função da pandemia.  

Segundo Liliana Tavares, idealizadora e coordenadora do festival, a grande novidade desta sexta edição é a mostra competitiva de curtas com Libras. Iniciativa inédita, que vai premiar intérpretes de Libras, pessoas surdas ou ouvintes, assim como o festival já faz com audiodescritores. Também tem surpresas quanto à programação remota voltada para a linguagem cinematográfica, campo de conhecimento que deve ser cada vez mais compreendido pelos audiodescritores, intérpretes e legendistas que desejam atuar no cinema, segundo Liliana. 

“O que permanece é a essência de motivar o público com deficiência a experienciar a diversidade de gênero fílmicos; de unir profissionais da cadeia produtiva do audiovisual, especialmente os de acessibilidade; de pensar sobre conceitos, critérios, técnicas, práticas e saberes; de compartilhar nossas dúvidas, vivências, alegrias; e de fortalecer nossa cumplicidade na construção de tempos mais inclusivos e esperançosos”, completa a idealizadora do VerOuvindo. 

Serviço: 

6º VerOuvindo - Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife 2021

A beleza do crepúsculo | Libras

A beleza do crepúsculo | Audiodescrição

Voltar ao topoVoltar