Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Ciclo Carlos Chagas de Palestras acontece nos dias 5 e 6 de abril


03/04/2018

Por: Lucas Rocha (IOC/Fiocruz)*

Compartilhar:

Em 1908, um importante feito na história da medicina ganhava destaque nacional e internacional: era a descoberta do Trypanosoma cruzi, parasito causador da doença de Chagas, realizado pelo célebre pesquisador Carlos Chagas. Hoje, 110 anos depois, diante das crises econômicas e ambientais especialistas e autoridades de saúde ainda enfrentam desafios no controle da doença. Para discutir esse e outros pontos, o Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) realiza, nos dias 5 e 6 de abril, a sexta edição do Ciclo Carlos Chagas de Palestras. O evento será realizado na sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro (Av. Brasil, 4.365 – Manguinhos).

Podem participar estudantes, pós-doutorandos, pesquisadores e profissionais da área. As inscrições podem ser realizadas online até 5 de abril. O prazo para submissão de trabalhos em todas as áreas de pesquisa em doença de Chagas foi encerrado em 20/03. Os quatro melhores estudos serão selecionados para apresentações orais durante as atividades do dia 6/4, que integrarão a sessão especial do Centro de Estudos do IOC. Acesse o livro de resumos.

De acordo com a pesquisadora Joseli Lannes, chefe do Laboratório de Biologia das Interações do IOC, organizadora do seminário, o ciclo tem como objetivo discutir e refletir os avanços e desafios na busca de solução para os problemas relacionados ao agravo. “Após 110 anos da descoberta do T. cruzi, ainda é fundamental investigar aspectos celulares e moleculares e a relação parasito-hospedeiro. O Ciclo Carlos Chagas contribui para manter ativa a discussão sobre uma doença negligenciada que coloca desafios como o controle do parasito, o desenvolvimento de novas drogas, além da identificação de potenciais alvos terapêuticos e até mesmo de vacinas”, destacou Joseli.

A conferência de abertura será realizada pelo médico e cientista Wanderley de Souza, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que abordará aspectos da biologia celular do parasito. A programação conta, ainda, com palestras de pesquisadores do IOC, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e do Instituto de Investigaciones en Ingeniería Genética y Biología Molecular, da Argentina.

Entre os destaques da programação estão as palestras ‘O olhar do fotógrafo para as doenças negligenciadas: viagens pelo Brasil do século XXI’, que será ministrada pelo fotógrafo José Roberto Ripper, e ‘Bioquímica e proteômica na identificação de alvos terapêuticos e vacinais no Trypanosoma cruzi’, apresentada pelo pesquisador Sérgio Schenkman, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Para se inscrever e conferir a programação completa, acesse a página do evento.

*Edição: Vinícius Ferreira

Voltar ao topoVoltar