Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Castelo é iluminado de vermelho para marcar Dia Mundial Sem Tabaco


01/06/2022

Compartilhar:

Como forma de chamar a atenção para o Dia Mundial Sem Tabaco, celebrado anualmente em 31 de maio, o Castelo Mourisco foi iluminado de vermelho na noite de ontem. A ação fez parte da campanha Tabaco: uma ameaça ao ambiente e à saúde das pessoas, realizada pelo Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde (Cetab) da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), designado como Centro de Conhecimento para os Artigos 17 e 18 da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (CQCT) da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

A iniciativa trouxe também uma série de conteúdos informativos para divulgação nas redes sociais. Todos os materiais podem ser baixados no site do Centro de Conhecimento.

O cultivo do fumo está ligado ao desmatamento, tanto para a abertura de novas áreas de plantio como para obtenção de lenha para alimentar estufas onde ocorre a secagem das folhas. Segundo a OMS, estima-se que 1,5 bilhão de hectares de florestas já tenham sido perdidos devido ao cultivo do tabaco desde a década de 1970; hoje, 200 mil hectares de terra são desmatados todos os anos para este fim. Em muitos países, é a mata nativa que segue sendo destruída.

Ao mesmo tempo, solo, ar e água são poluídos, especialmente devido ao uso de agrotóxicos. Entre os 16.221 casos registrados de intoxicação por agrotóxicos agrícolas decorrentes do trabalho ou ocupação no Brasil, a fumicultura foi a atividade com o maior número de registros (11,2% do total), seguida pelas culturas de soja (8,5%), café (7,6%) e milho (5,8%).

O descarte pós-consumo é outro grave problema ambiental: a cada ano, 766,5 mil toneladas de bitucas são despejadas no ambiente, e os filtros de cigarros são um dos tipos de lixo plástico mais comuns nos oceanos. Os cigarros eletrônicos não são uma solução nesse sentido, pois, além do lixo plástico, geram lixo eletrônico e têm componentes tóxicos. Além disso, muitos são descartáveis.

Saiba mais sobre a campanha no link https://portal.fiocruz.br/noticia/campanha-da-fiocruz-alerta-para-impactos-ambientais-do-tabaco.

Voltar ao topoVoltar