Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Câmara Técnica de Pesquisa debate a inovação na Fiocruz


30/12/2019

Kath Lousada | VPPCB

Compartilhar:

Nos dias 2 e 3 de dezembro, vice-diretores de pesquisa das Unidades Fiocruz estiveram reunidos com a Vice-Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas (VPPCB) para a última Câmara Técnica de Pesquisa de 2019, realizada na Fundação Casa de Rui Barbosa, em Botafogo, RJ.

A pauta do primeiro dia foi dedicada à inovação. Os oitos finalistas do programa Inova Labs Fiocruz foram convidados para apresentarem as suas soluções em saúde desenvolvidas ao longo do programa. Em seguida, foi promovido um debate com o público sobre a experiência no treinamento de dez semanas, com destaque para as conquistas alcançadas, os desafios, o estágio e a maturidade de cada negócio/solução apresentada, expectativas para os próximos passos, entre outras abordagens.


Finalistas da primeira rodada do Inova Labs Fiocruz apresentam as suas soluções.

No período da tarde, Rodrigo Corrêa, vice-presidente de Pesquisa e Coleções Biológicas, mediou uma conversa sobre a inovação na Fiocruz em uma mesa formada por Akira Homma, pesquisador Emérito da Fiocruz, pelos vice-presidentes da Fiocruz, Mario Moreira (Gestão e Desenvolvimento Institucional) e Marco Krieger (Produção e Inovação em Saúde) e Reinaldo Guimarães, vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). 

Um balanço sobre as ações realizadas neste campo, reflexões e perspectivas para os próximos anos deram o tom da conversa. Mario Moreira falou sobre os investimentos realizados, especialmente o Programa Inova, e reforçou a missão da Fiocruz com foco no Sistema Único de Saúde (SUS) para fazer chegar à população os resultados das iniciativas e pesquisas desenvolvidas na instituição. Reinaldo Guimarães, ao comentar o desempenho do Inova Labs na Fundação, afirmou que o programa é “uma iniciativa que calibra a atividade de pesquisa para a produtiva de forma feliz, pois faz a junção no espaço e no tempo do pesquisador com o inovador.”


Inovação em pauta. Mario Moreira, Akira Homma, Reinaldo Guimarães, Marco Krieguer e Rodrigo Correa.

“Ter senso de urgência na pesquisa e no desenvolvimento de projetos”. Este foi o ponto central da fala de Akira Homma, que afirmou haver uma aceleração de resultados de pesquisa no mundo. Para ele, será possível acompanhar este movimento se “pudermos identificar vantagens competitivas, atendendo demandas reais do país, não repetindo o que já está sendo feito lá fora”. Akira destacou ainda a importante integração institucional promovida pelo Programa Inova, que, de acordo com ele, acontece pela primeira vez de forma tão abrangente na Fiocruz.

Marco Krieger falou sobre como a presidência da Fiocruz considera conduzir o empreendedorismo na instituição. A proposta é organizar a atuação em dois eixos (Mecanismos de apoio a criação de empresas de base científica e tecnológica e Disseminação de cultura de inovação e empreendedorismo), avaliando os projetos com base no interesse institucional estratégico e firmando parcerias com os empreendedores. Também está previsto o lançamento de editais em inovação em gestão para aumentar a eficiência do trabalho.
 

 

 

 

Voltar ao topoVoltar