Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Cadernos de Saúde Pública recebe classificação A1 no sistema Qualis da Capes


23/01/2023

Informe Ensp

Compartilhar:

O periódico Cadernos de Saúde Pública (CSP), da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), foi classificado como A1 no Qualis, o sistema da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que avalia as publicações científicas nacionais e estrangeiras. A classificação A1 é a mais alta no estrato de qualidade, que é elaborado com base em diversos indicadores bibliométricos para contribuir na avaliação dos programas de pós-graduação. Há ainda as categorias A2 a A4, B1 a B5 e C (com peso zero). De acordo com uma das editoras-chefe de Cadernos, Marilia Sá Carvalho, “a proposta é usar o Qualis para avaliar a qualidade da produção intelectual, como ponderador dos artigos publicados pelos docentes”. Ela explicou que a intenção é estimular a publicação em revistas consideradas de maior qualidade. “Em 2022, Cadernos ficou na categoria mais alta, junto com diversas revistas estrangeiras e nacionais do nosso campo”, celebrou.

Outra editora-chefe de CSP e vice-diretora de Pesquisa e Inovação da Ensp/Fiocruz, Luciana Dias Lima relembra que em 2019, quando a metodologia para a construção do chamado ‘Qualis Único’ – por ser comum a todas as áreas – estava sendo elaborada, o tema foi debatido numa reunião promovida pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) com editores científicos e coordenadores de programas de pós-graduação. “Críticas e sugestões acabaram sendo publicadas em Editorial assinado pelo conjunto das revistas da Fiocruz. De lá para cá ocorreram alguns avanços. O próprio reconhecimento da qualidade das publicações de revistas brasileiras da Saúde Coletiva, como em outros campos também, é um deles”, afirmou a pesquisadora, acrescentando que há muitos desafios para mudanças mais substantivas nos critérios de avaliação da ciência que contribuam para maior democratização e uso do conhecimento científico. 

CSP faz um trabalho sério, reconhecido pela área, de avaliação dos artigos baseada em revisão por pares, atendendo os requisitos formais e com indexações em importantes bases bibliográficas”, disse Luciana Alves, também editora-chefe do periódico. A pesquisadora disse ainda que as publicações de CSP revelam a sua multiplicidade de temas e seu impacto não somente medido pelas citações recebidas, mas na sociedade: “o Qualis é uma consequência e não um objetivo. Mas, claro, isso traz mais ainda credibilidade e visibilidade para Cadernos. O que é motivo de comemoração”.

Em 2024, CSP completará 40 anos. Desde 2006, o periódico é mensal. Conheça mais sobre a sua história.

Voltar ao topoVoltar