Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

06/06/2018

Boletim celebra dois anos de monitoramento da indústria do tabaco


Fonte: Ensp/Fiocruz

A Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) divulgou o lançamento da terceira edição do Boletim do Observatório sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco.  Disponível online, a publicação ressalta no editorial os dois anos de atuação da plataforma. Em seguida, traz textos referentes ao painel da Agência Nacional de Vigilância Sanitária sobre a regulação dos dispositivos eletrônicos para fumar, e sobre a visita da líder da Bloomberg Philanthropies, Kelly Henning, a Fiocruz.

A publicação também destaca a ratificação do Protocolo para Eliminar o Comércio Ilícito de Produtos de Tabaco. Com a ação, o país assume o compromisso de adotar medidas para eliminar todas as formas de comércio ilícito de produtos de tabaco, por exemplo, o contrabando de cigarros.
 
Em dois anos de atuação, o observatório pertencente ao Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde (Cetab/Ensp/Fiocruz) reuniu mais de 800 documentos que demonstram não existir limites para ação da indústria do fumo. “A indústria tenta manipular processos políticos e a opinião pública, intimida governos com ameaça de litígios, cria grupos de fachada e tenta se engajar em práticas de responsabilidade social corporativa”, afirma Silvana Turci.
 
A edição traz, ainda, artigo sobre ética, moral e acesso à informação e a seção Radar, com as novidades do mundo do controle do tabagismo.

Sobre o observatório
 
O artigo 5.3 da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco estabelece diretrizes voltadas à proteção de políticas públicas de saúde para o controle do tabaco dos interesses para a indústria. Para tal, o Cetab lançou o Observatório Sobre as Estratégias da Indústria do Tabaco, que reúne a base de dados acerca das estratégias empregadas pela indústria fumageira para resistir ao efetivo controle do tabaco no Brasil e no mundo. “O Observatório é mais um instrumento para confirmar a atuação da indústria do tabaco na tentativa de comprometer as ações que resultem em políticas efetivas de controle. Entre suas atividades está a divulgação, por meio de boletins informativos, das ações de proteção das políticas antitabagistas dos interesses da indústria fumageira”, explicou Silvana Turci, coordenadora do Observatório do Cetab.
 
A publicação é trimestral e conta com apoio do Secretariado da Convenção-Quadro para Controle do Tabaco, da Vital Strategies, da União Internacional contra a Tuberculose e Doenças Pulmonares (The Union) e da Bloomberg Philanthropies.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar