Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Fiocruz Internacional – Edição 15, julho de 2018

Caso não esteja visualizando corretamente este e-mail, clique aqui
Boletim Fiocruz Internacional

Boletim bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz)

Julho / 2018
Investimento de US$ 600 mil (cerca de R$ 2,2 milhões) foi anunciado pela CEO da Fundação Bill & Melinda Gates, Sue Desmond-Hellmann, em visita à Fiocruz, no dia 19 de junho. Com os recursos, um diagnóstico inovador será testado na população amazônica, melhorando o atual tratamento da Malária P. vivax e facilitando a introdução de uma nova droga. O novo tratamento, que deve começar a ser introduzido em 2019, permitirá reduzir a prevenção de recaídas para uma única dose. O tratamento atual dura de 7 a 14 dias.
O acordo de cooperação foi assinado no dia 11 de junho, na sede do Instituto, em Paris, entre a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e o diretor do Pasteur, Stewart Cole. A assinatura do acordo atualiza a parceria centenária de cooperação científica entre as duas tradicionais instituições.
A pesquisadora chefe do Laboratório de Doenças Febris Agudas do Instituto Nacional de Infectologia (INI/Fiocruz), Patrícia Brasil, recebeu o prêmio no dia 30 de maio, em reconhecimento de sua trajetória acadêmica e da relevância de seu projeto "A história natural da infecção por zika durante a gestação". É a primeira vez que um cientista brasileiro é escolhido para receber a honraria. Patrícia é também a segunda sul-americana e a quarta mulher a receber o prêmio.
O rei da cidade de Ifé, o Ooni de Ifé, e sua comitiva estiveram na Fundação no dia 13 de junho para participar do Colóquio Brasil-Nigéria, organizado pela Casa de Oswaldo Cruz (COC). Na ocasião, ele também tratou de possível cooperação científica Brasil-Nigéria. A medicina tradicional iorubá e o uso de ervas na cura estiveram entre os temas tratados.
Tecnologia baseada em análises químicas por raios infravermelhos também pode baratear em até 116 vezes o monitoramento da presença do zika em mosquitos. Conhecida como ‘espectroscopia no infravermelho próximo’, a técnica é simples, tem alta taxa de precisão e dispensa o uso de reagentes.
O Cris/Fiocruz tornou-se um Centro Colaborador em Saúde Global e Cooperação Sul-Sul em 2014 e a redesignação será válida pelos próximos quatro anos.
Essa foi a conclusão de uma pesquisa realizada pela Imperial College London, a Fiocruz e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), que utilizou um modelo estatístico e foi publicada na revista científica PLOS Medicine.
Esse foi o tema de um artigo de pesquisadores da Fiocruz publicado em Enciclopédia Virtual de Oxford.
O 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (Abrascão 2018) terá como tema 'Fortalecer o SUS, os direitos e a democracia' e acontecerá entre os dias 26 e 29 de julho. Acompanhe no site do evento a cobertura completa.

Boletim Fiocruz International
Informativo bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz), editado pela Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz

Expediente Fiocruz Internacional | cancelar inscrição

 

Voltar ao topoVoltar