Início do conteúdo

Seminário destaca os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (28/11)


22/11/2018

Por: André Bezerra (Icict/Fiocruz)

Compartilhar:

Após quase um ano de debates, diálogos e ações voltadas à reflexão sobre os direitos humanos, o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) realiza, no dia 28 de novembro, seminário e abertura de exposição alusivos ao aniversário de 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O encontro acontece a partir das 9h, no Salão de Leitura da Biblioteca de Manguinhos, no campus Fiocruz. As inscrições são gratuitas.

O evento terá como conferencista o jornalista Paulo Vannuchi, ex-ministro dos Direitos Humanos e diretor da rede TVT, veículo de comunicação educativo transmitido a partir do estado de São Paulo pela TV Digital e pela internet. Também participam do seminário como debatedoras a jornalista Iara Moura, coordenadora do Intervozes e membro do Conselho Nacional de Direitos Humanos; e Maria Helena Barros, chefe do Departamento Direitos Humanos, Saúde e Diversidade Cultural (Dihs) da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), advogada, doutora em ciências da saúde e pesquisadora titular da Fiocruz.

Dentre os assuntos que serão abordados, além da importância da Declaração Universal dos Direitos Humanos para as sociedades contemporâneas, o convidado abordará questões como a relação da informação e da comunicação com o direito à saúde. O evento faz parte da programação do Centro de Estudos do Icict/Fiocruz, que realizou outros debates, como o Seminário 30 Anos do SUS e o Seminário Violência e Mídia, ambos no primeiro semestre.

Exposição multimídia

Nessa mesma data, o Icict/Fiocruz inaugura a mostra 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, no saguão da Biblioteca de Manguinhos, com visitação aberta até 13 de dezembro. A mostra tem conteúdo multimídia, idealizada com a participação de áreas do Icict/Fiocruz como o Multimeios e a VideoSaúde, trazendo fotos e vídeos sobre os temas presentes nos 30 artigos da Declaração Universal.

A parte fotográfica foi formada a partir de uma chamada aberta a toda comunidade Fiocruz e traz fotos enviadas por profissionais e estudantes de todas as unidades. Além disso, a exposição traz uma seção de vídeos com depoimentos de cientistas, comunicadores e autoridades internacionais que atuam nessa área, como o sociológo português Boaventura de Sousa Santos, da Universidade de Coimbra, e a Alta Comissária de Direitos Humanos da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e ex-presidente do Chile, Michele Bachelet.

Além da exposição física, a mostra terá parte de seus conteúdos exibidos na WebTV Fiocruz e no hotsite especial, no site do Icict/Fiocruz.

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Em 2018, a Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos. Proposta pela Organização das Nações Unidas em 10 dezembro de 1948, a carta inclui artigos que traduzem ideais e valores em defesa da vida humana, destacando a liberdade, a autonomia, a justiça e a dignidade de todas as pessoas, sendo adotada por todos os países membros.

Conforme o documento, os direitos humanos são direitos inerentes a todos os seres humanos, independentemente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, idioma, religião ou qualquer outra condição. Esse ano, as Nações Unidas vem realizado ações internacionais envolvendo os países membros e uma campanha na internet, em que pessoas de diferentes lugares do mundo divulgam os artigos da Declaração.

Nos dias 10 e 11 de dezembro, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), por meio do Dihs, promove o 10º Seminário Internacional Direitos Humanos e Saúde, evento em parceria com diversas instituições, incluindo o Icict/Fiocruz, em que também será abordado o tema dos 70 anos da Declaração Universal. 

Serviço

Centro de Estudos do Icict
Seminário e abertura de exposição: 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos
Data
: 28/11 (quarta-feira)
Horário: 9h
Local: Biblioteca de Manguinhos - Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
Vagas limitadas. Certificados de participação serão emitidos mediante cadastro no site
Medida de acessibilidade: o evento contará com intérprete de Libras.
Link de transmissão online
Campanha Natal Sem Fome: doe 1 kg de alimento não perecível
Durante o período da exposição, os visitantes que desejarem participar da Campanha 'Natal sem Fome' podem doar alimentos não perecíveis.
O ponto de coleta estará disponível na Biblioteca de Manguinhos. Saiba mais na Agência Fiocruz.

Voltar ao topoVoltar