Início do conteúdo

Ângela Pôrto

História da Saúde no Rio de Janeiro: instituições e patrimônio arquitetônico (1808-1958)

Um estudo enriquecedor sob diversos aspectos, o material aqui contido proporciona aos leitores uma reflexão sobre a memória e a história de instituições públicas e privadas voltadas para a ciência da medicina e para o atendimento médico no Rio de Janeiro. Oferece, ainda, um levantamento do patrimônio arquitetônico que esboça uma cartografia física e simbólica da história da saúde na cidade. O livro traz contribuições que permitem relacionar o processo histórico, as políticas públicas voltadas para a saúde, a dinâmica social e a ciência médica.

Português, Brasil

Enfermidades Endêmicas da Capitania de Mato Grosso: a memória de Alexandre Rodrigues Ferreira

"O ar pela sua parte, com os efeitos do seu calor, causa diversas enfermidades. A porção mais espirituosa do sangue, todos os dias se dissipa, sai pela transpiração pelo suor e pela ourina. O que fica no corpo é um sangue seco, térreo e espesso; donde procedem as melancolias, as lepras, os vômitos pretos, as câmaras de sangue, as febres ardentes etc".

Português, Brasil

Voltar ao topoVoltar