Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

Rede em Cooperação Social


A Rede em Cooperação Social é a instância de diálogo, debate e ação cooperativa entre as unidades da Fiocruz para valorização de princípios, conceitos, metodologias e práticas solidárias dentro da instituição. A Rede se articula por meio de três pilares: transparência das iniciativas empreendidas pela Fundação; formação; e agir em cooperação social.

Cada um desses pilares possui um instrumento que garante sua viabilidade. São eles: os Indicadores em Cooperação Social, como ferramenta de visibilidade dos projetos e seus resultados; as Rodas de Conversa, como recurso para a formação em cooperação social; e a plataforma colaborativa que sustenta e possibilita um modo de agir em cooperação social.

Os indicadores em cooperação social foram elaborados coletivamente por representantes de projetos sociais de diferentes Unidades da Fundação e é útil ao mapeamento de características, aspectos quantitativos e qualitativos das iniciativas desenvolvidas pela Fiocruz. Por meio deles, é possível sistematizar e publicizar os dados relativos aos perfis de projetos sociais atualmente em vigência na instituição.

A Roda de Conversa é uma atividade de reflexão crítica propositiva organizada pela Coordenadoria de Cooperação Social com as unidades da Fiocruz para debater temas pertinentes à construção de práticas em cooperação social nos territórios vulnerabilizados do Brasil aonde a Fiocruz atua. Conta com a participação de trabalhadores da Fundação e também de convidados externos à instituição, consolidando um espaço de construção coletiva de diretrizes para a prática em cooperação social na Fundação.

A plataforma colaborativa é uma instância de diálogo entre especialistas, gestores e representantes de setores de Unidades ou escritórios Fiocruz reunidos em torno de uma situação particular para estudo, proposição e articulação de recursos financeiros ou humanos. Essas reuniões são agendadas com o objetivo de promover a circulação dos saberes concentrados na área de experiência de um ou outro pesquisador ou setor para a resolução de problemas, elaboração de publicações, entre outros, com a intermediação da Coordenadoria de Cooperação Social.

Voltar ao topoVoltar