Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

‘A Sociedade e as Soluções para a Zika’ é o tema do Sala de Convidados (22/8)


21/08/2017

Fonte: Canal Saúde

Compartilhar:

As arboviroses, nome dado às doenças transmitidas por vírus propagados por insetos, têm sido um desafio para a sociedade, especialmente em países tropicais. Parte da população brasileira já está até familiarizada com nomes antes pouco usuais, como Aedes aegypti, nome científico do que era apelidado de “mosquito da dengue”, e o próprio nome arbovirose, que inclui doenças que quase todo mundo conhece hoje em dia, como a dengue, a chikungunya, a febre amarela e a zika.

A sociedade como um todo e a comunidade científica em especial têm se debruçado sobre esse desafio com esforços redobrados desde a epidemia de zika que provocou um aumento dos casos de microcefalia no país. Diante da preocupação gerada pela expansão das arboviroses, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), criaram o projeto Plataforma de vigilância de longo prazo para a Zika e Microcefalia no âmbito do SUS, que conta com o apoio de entidades como a Organização das Nações Unidas (ONU), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O projeto, entre outras ações, promove as Feiras de Soluções para a Saúde, com o objetivo de criar espaços para a troca de experiências e a apresentação de inovações voltadas ao combate à zika, dengue, chikungunya, febre amarela e a seus vetores por diversos atores e abordagens, que vão da atenção à saúde ao tratamento, passando também por pontos como a comunicação e a educação.

A partir dessa iniciativa, que foi coberta pela equipe do programa, o Sala de Convidados vai discutir o enfrentamento das arboviroses e as possíveis soluções no horizonte, nesta terça-feira (22/8), ao vivo, às 11h, no Canal Saúde.

Os convidados para debater o assunto são o coordenador da Feira de Soluções para Saúde, Wagner Martins; a representante auxiliar do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Fernanda Lopes; e o chefe de gabinete da Presidência da Fiocruz, Valcler Rangel.

Voltar ao topoVoltar