Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundación Oswaldo Cruz una institución al servicio de la vida

Início do conteúdo

Covid-19: Nust/CST avançará com calendário de imunização interna na Fiocruz a partir desta terça-feira (27/4)


26/04/2021

Cogepe

Compartilhar:

Após o primeiro dia de vacinação voltada para trabalhadores, estagiários e bolsistas da Fiocruz no Campus Manguinhos, com a faixa etária de 59 anos, o Núcleo de Saúde do Trabalhador da Coordenação de Saúde do Trabalhador (Nust/CST/Cogepe) irá ampliar o cronograma de vacinação. Nesta terça-feira (27/4) poderão se imunizar os trabalhadores da saúde com 59, 58 ou 57 anos de idade. Confira a seguir a previsão de sequência da campanha ao longo da semana. É importante ressaltar que trabalhadores de todas as idades contempladas terão mais de um dia como opção para se vacinarem.

Calendário de vacinação do Nust prevista para o restante da semana (27 a 30/4):*

Servidores, terceirizados, bolsistas e estagiários (mulheres ou homens) com:

27/4 (terça-feira): 59, 58 ou 57 anos de idade;

28/4 (quarta-feira): 58, 57 ou 56 anos de idade;

29/4 (quinta-feira): 57, 56 ou 55 anos de idade;

30/4 (sexta-feira): 55 anos de idade ou mais.

*O calendário interno de imunização será revisto e divulgado constantemente.

Onde se vacinar?

Como já informado, no Campus Manguinhos a campanha ocorre no pátio da Asfoc-SN (Estação Asfoc). O acesso é feito pela parte externa do prédio, pela rampa localizada atrás da sede. A capacidade permanece sendo de 160 aplicações diárias, sendo 80 pela manhã e outras 80 à tarde, com distribuição de senhas a partir das 9 horas. Para se vacinar no posto montado pelo Nust/CST é obrigatória a apresentação de documento de identificação e crachá ou outro documento que comprove vínculo com a Fiocruz.

Quem não poderá se vacinar?

Além do critério de idade, não poderão se vacinar pelo calendário da instituição trabalhadores que tiverem contraído a Covid-19 com menos de 30 dias – a contar pela data de início dos sintomas ou, em casos assintomáticos, pelo resultado do teste – e quem tiver se imunizado com qualquer vacina do Programa Nacional de Imunização (PNI), como a da gripe, em um intervalo inferior a 14 dias.

Volver arribaVolver