Caso não esteja visualizando corretamente este e-mail, clique aqui
Boletim Fiocruz Internacional

Boletim bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz)

Novembro / 2019
As mudanças climáticas que o mundo inteiro tem enfrentado já estão prejudicando a saúde de crianças e apontam consequências para toda a vida de uma geração inteira, de acordo com a contagem regressiva da Lancet para a Saúde e Mudanças Climáticas. O estudo reúne pesquisas de 35 instituições de abrangência global, incluindo a Fiocruz.
A experiência brasileira conta com a maior e mais complexa Rede de Banco de Leite do mundo, coordenada pela Fiocruz. Em novembro, o terceiro Banco de Leite Humano na África foi inaugurado, em Angola. O modelo brasileiro também servirá de referência para Argentina, Paraguai e Uruguai após assinatura de um acordo entre ministros do Mercosul.
A experiência da Fundação em saúde materna e infantil e como essa expertise pode beneficiar países em desenvolvimento a reduzir a mortalidade materna foram temas de um exclusivo painel na Cúpula de Nairóbi. A presidente da Fiocruz é a única brasileira no Comitê Diretivo que irá supervisionar e facilitar a implementação dos compromissos firmados no evento.
Pesquisa da Fiocruz concluiu que, nas áreas mais afetadas pelo incêndio, o número de crianças hospitalizadas com problemas respiratórios dobrou. Isto representou uma despesa adicional de 1,5 milhão pelo SUS.
A cooperação planeja envolver ensino, pesquisa e desenvolvimento tecnológico, em parceria com centros clínicos da América Latina, para combater doenças como Hanseníase, doença de Chagas e malária.
O Simpósio "Uma Agenda de Cooperação em Saúde" marcou a comemoração dos 120 anos da Fiocruz e dos 80 anos do CNRS e reuniu cientistas da área de humanidades e ciências sociais.
Após mais de dois anos de interrupção da exportação, o Brasil, por meio da Fiocruz, retoma a capacidade instalada. O anúncio aconteceu durante a reunião da Rede de Produtores de Vacinas dos Países em Desenvolvimento, que ocorreu em outubro, no Rio de Janeiro.
O treinamento faz parte do Programa de Formação em Segurança Alimentar e Nutricional em Beira e foi oferecido a estudantes e profissionais de Nutrição. O trabalho se insere no âmbito da cooperação estruturante que a Fiocruz realiza com países africanos.
A premiação visa reconhecer e apoiar o desenvolvimento de carreira de pesquisadores com alto potencial científico e de liderança internacional entre as 33 instituições que compõem a rede.
"A trajetória do desenvolvimento e expansão do SUS oferece lições valiosas sobre como dimensionar a cobertura universal de saúde em um país altamente desigual, com recursos relativamente baixos", afirma o artigo na Lancet.

Boletim Fiocruz International
Informativo bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz), editado pela Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz

Expediente Fiocruz Internacional | cancelar inscrição