Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Increase font size
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

11/09/2012

Museu da Vida inaugura a exposição 'O corpo na arte africana'


A cooperação da Fiocruz com os países do continente africano estabeleceu laços nas áreas de educação, pesquisa, saúde e também na arte. Assim, algumas importantes coleções viraram mostra e são exibidas pela primeira vez na exposição O corpo na arte africana, no Museu da Vida, em Manguinhos (RJ). A visitação é franca.

O corpo na arte africana conta com cerca de 140 obras de arte reunidas pelos pesquisadores Wilson Savino, Wim Degrave, Rodrigo Corrêa de Oliveira e Paulo Sabroza. As obras estão divididas em cinco módulos: Corpo individual & Corpos múltiplos; Sexualidade & Maternidade; A modificação e a decoração do corpo; O corpo na decoração dos objetos; e Máscaras como manifestação cultural. A mostra conta ainda com 14 fotografias cedidas pelo colecionador francês Gérard Lévy, com registros que datam do período entre o fim do século 19 e o início do século 20.

A mostra, que conta com apoio da Faperj, ocupa a sala de exposições temporárias do Museu da Vida até o início de 2013 e pode ser visitada de terça a sexta, das 9h às 16h30, por grupos agendados. No sábado, a visitação é livre, das 10h às 16h.

Serviço:
Exposição O corpo na arte africana
Exposição gratuita
Data: 17/9 a início de 2013
Local: Sala de exposições do Museu da Vida
Avenida Brasil, 4.365 - Manguinhos, Rio de Janeiro
Saiba mais.

  • Jovem com escarificações (Cartão postal, 1930 / Coleção: Gérard Levy, Paris)
  • Maternidade (Etnia: Sara, Djinges / País: Chad / Foto de: Piero Gentili, 1930 / Coleção Gérard Levy, Paris)
  • Casal primordial - homem (Madeira/pigmento / 132,0 x 27,0 x 26,0 cm / Etnia: Baoule - País: Costa do Marfim / Coleção: Wilson Savino)

Voltar ao topoVoltar