Início do conteúdo

Solicitar diagnóstico de referência para esquistossomose em caramujo - Fiocruz IOC/RJ

Solicitar diagnóstico de referência para esquistossomose em caramujo - Fiocruz IOC/RJ
Descrição

O objetivo deste serviço é realizar o exame específico para verificar se os moluscos de água doce (caramujos) do gênero Biomphalaria estão infectados por cercárias do trematódeo Schistosoma mansoni, parasito causador da esquistossomose mansoni (barriga d'água).

O Laboratório de Malacologia do Instituto Oswaldo Cruz (LABMAL) desenvolve projetos de pesquisa e forma recursos humanos nas áreas de sistemática, taxonomia, genética, biologia da reprodução e outros aspectos da biologia de moluscos gastrópodes da Região Neotropical, com ênfase nos vetores de parasitos e suas respectivas relações hospedeiros-parasito.

O LABMAL atua como Referência Nacional para Esquistossomose - Malacologia (LRNEM) prestando serviços de diagnóstico parasitológico e de identificação de moluscos, especialmente de caramujos de água doce, com ênfase nas espécies de interesse médico e/ou veterinário, como Biomphalaria spp., transmissores do verme causador da esquistossomose mansoni (barriga d'água), visando a auxiliar os órgãos de vigilância nacionais.

Instruções para atendimento
Seguir instruções para embalagem e envio de amostras e entrar em contatos pelos telefones: (21)2562-1234, 2562-1209, 2562-1305, e 2562-1281 ou pelo e-mail : labmal@ioc.fiocruz.br.
Solicitantes
  • Cidadãos
    Empresas
    Órgãos e Entidades Públicas
    Demais Segmentos
    Requisitos necessários para este solicitante acessar o serviço: 
    Para fazer uso do serviço, o usuário precisará ter algum conhecimento das técnicas malacológicas de coleta, além de embalagem e transporte dos moluscos. Os moluscos têm que estar vivos e bem acondicionados para possibilitar a análise. Os dados da coleta também precisam ser devidamente registrados e os moluscos precisam estar separados por ponto de coleta. Para maiores informações sobre esses procedimentos podem ser consultadas as instruções para embalagem e remessa de amostras. As amostras devem ser encaminhadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) de cada estado da federação, pelas Instituições de saúde públicas, secretarias de saúde tanto estaduais quanto municipais . Em casos de surto entrar em contato por e-mail ou telefone.
    Os seguintes casos receberão prioridade na prestação do serviço: 
    Terão prioridade de atendimento casos de surto e desastres ambientais.
    Atendimento prioritário no local: 
    Tem direito a atendimento prioritário as pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos, conforme estabelecido pela lei 10.048, de 8 de novembro de 2000. Para os serviços de saúde, caberá ainda a equipe de acolhimento estabelecer a prioridade do atendimento conforme a situação.
Etapas do serviço
Para que a amostra seja recebida e analisada no LRNEM ( Laboratório de Referência Nacional para Esquistossomose – Malacologia), é necessário informar a instituição, a procedência da amostra e o serviço solicitado. Esses dados podem constar em documento como carta,formulário, ofício.

Documentação necessária

Todos os públicos

  • Ficha de Encaminhamento do órgão ou entidade pública.
  • Oficio do órgão ou entidade pública.

Canais de atendimento

Todos os públicos

  • E-Mail
    Enviar e-mail solicitando o tipo de ensaio a ser realizado (Seguir as orientações contida nas instruções fornecidas pelo laboratório ).
  • Presencial
    Preencher no laboratório o formulário de solicitação de ensaio,caso não tenha documento de encaminhamento. (Seguir as orientações contidas nas instruções fornecidas pelo laboratório ).
Precauções na coleta e manuseio dos moluscos limínicos: Utilizar luvas e botas plásticas para coletar e manusear os moluscos; Uma ou mais amostras, na mesma remessa coletada em diferentes endereços e/ou datas de coleta, devem ser identificados e embalados separadamente (informar pelo menos o local de coleta); Observar se os moluscos estão vivos antes de embalar (colocar numa rasa lâmina de água e observar se estão se movimentando);

Documentação necessária

Todos os públicos

  • Ficha de Encaminhamento do órgão ou entidade pública.
  • Carta do órgão ou entidade pública.
  • Ofício do órgão e entidade pública.

Custos para o solicitante

Todos os públicos

  • Envio/transporte do material .:
    Custo vai depender da localidade de onde é feito o envio , peso da amostra e tipo de embalagem .

Canais de atendimento

Todos os públicos

  • Presencial
    As amostras devem ser entregues no Laboratório , preferencialmente no início da semana, para evitar que cheguem durante o final de semana e os moluscos permaneçam embalados por muito tempo.
  • Postal
    As amostras devem ser enviadas para o Laboratório, preferencialmente no início da semana, para evitar que cheguem durante o final de semana e os moluscos permaneçam embalados por muito tempo. Verifique a legislação vigente sobre a forma de transporte e remessa de material biológico.
Os resultados das análises são emitidos em documento denominado Relatório de Ensaio, o qual pode ser enviado através de e-mail, serviço de Correios ou entregue em mãos.

Canais de atendimento

Todos os públicos

  • E-Mail
    Envio do Resultado por e-mail, por solicitação do cliente.
  • Postal
    Envio do Resultado via correio, por solicitação do cliente.
  • Presencial
    A entrega do Resultado será feita no Laboratório de Referência Nacional para Esquistossomose – Malacologia (LRNEM ), por solicitação do cliente.
Tempo estimado para realizar esse serviço
Até
30
Dias corridos
Atualizado em: 06/08/2021
Encontre o serviço
Endereço:
Pavilhão Adolpho Lutz
Avenida Brasil 4365 Manguinhos
21040900 Rio de Janeiro , RJ
BR
Horário:
segunda-feira - sexta-feira:
8:00 às 17:00
Observação sobre horário de atendimento:
As amostras devem ser enviadas ou entregues preferencialmente no início da semana, para evitar que cheguem durante o final de semana e os moluscos permaneçam embalados por muito tempo.
Telefone:
21-2562-1234 / 21-2562-1305 / 21-2562-1281 / 21-2562-1209
Email:
labmal@ioc.fiocruz.br
Download do serviço
Canais de manifestação
Doenças relacionadas

Voltar ao topoVoltar