Início do conteúdo

25/08/2006

Ministro da Saúde abre e Afrolata encerra o Fiocruz pra Você


Ministro da Saúde abre e Afrolata encerra o Fiocruz pra Você

Este sábado (26/08) é o Dia Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil). E mais uma vez a Fundação Oswaldo Cruz abre suas portas para realizar a 16ª edição do Fiocruz pra Você, que já faz parte do calendário da cidade e transforma a instituição no maior posto de vacinação do país. A meta é vacinar cinco mil crianças até 5 anos. Este ano o Fiocruz pra Você terá um novo conceito, já que os organizadores decidiram apostar na arte desenvolvida por moradores do entorno da Fundação, que mostrarão, por meio de grupos amadores de teatro, música e dança, espetáculos que apresentam a cultura como uma realidade da região, marcada pela violência tão presente em seu cotidiano. O evento será realizado um dia depois de a Fiocruz receber o título de melhor instituição de saúde pública do planeta, dado pela Federação Mundial das Associações de Saúde Pública no 11º Congresso Mundial de Saúde Pública, que ocorreu durante esta semana, no Riocentro.

O evento começará às 8h, quando o ministro da Saúde, José Agenor Álvares da Silva, e o presidente da Fiocruz, Paulo Buss, abrirão o Fiocruz pra Você com a primeira imunização. A maior doadora de leite humano do Instituto Fernandes Figueira, a advogada Márcia Maranhão, estará presente para vacinar, pela primeira vez, seu filho de cinco meses.

Durante todo o dia, voluntários e visitantes poderão assistir a espetáculos de dança, música e teatro, além de participar de oficinas de dobraduras, ouvir histórias e aprender com as exposições da Feira da Ciência e Saúde. São mais de 30 atrações culturais, artísticas e esportivas programadas em diferentes espaços espalhados pelo campus.

A Banda dos Fuzileiros Navais inicia as atividades artísticas, em um palco montado ao lado do Castelo Mourisco. Também se apresentarão no local a Orquestra de Flautas, patrocinada pela Petrobras, e o grupo Herança Negra, que traz uma mistura de música afro e jazz. A banda Afrolata, que participa desde a primeira edição do Fiocruz Pra Você, encerra as apresentações às 16h. O destaque é para a maneira que eles produzem o som que vai divertir a platéia. Os percussionistas, sobreviventes da chacina de Vigário Geral, usam materiais inusitados como cabos de vassouras, latões e baldes como instrumentos que dão ritmo à apresentação.

No espaço Quando a natureza vira ciência, os pesquisadores apresentarão ao público a dinâmica de insetos vetores, explicarão como microorganismos presentes na natureza podem infectar o homem e provocar doenças graves. Computadores, microscópios, aquários e terrários ajudarão os monitores a mostrar como a natureza pode ser fonte de conhecimento científico. Já no ambiente Pra você saber os visitantes conhecerão importantes e atuais problemas de saúde pública – gripe aviária, hanseníase, febre maculosa, hantaviroses, leishmanioses e esquistossomose – por meio de informações em pôsteres e de palestras de especialistas, intercaladas a cada hora cheia.

Para tratar o tema da dengue, a estação De mãos dadas contra a dengue integrará as ações da Fundação relacionadas à doença, num circuito de atividades que inclui apresentação das diversas fases de vida do mosquito vivo; observação do inseto em microscópio; exibição do documentário O mundo macro e micro do mosquito Aedes Aegypti – para combatê-lo é preciso conhecê-lo, premiado pelo festival internacional de cinema científico Mif-Science; apresentação de teatro de fantoches sobre a prevenção da doença, além de brincadeiras e de uma gincana de busca ao Aedes Aegypti em um campo simulado com reservatórios onde os visitantes deverão localizar com lupa e lanterna as larvas vivas do mosquito.

Para integrar essas três estações, uma grande sala de jogos espera pelos visitantes, repleta de brincadeiras e jogos educativos que consolidarão, de forma lúdica, o conhecimento apreendido nas atividades anteriores. Além desses quatro ambientes, um estande está destinado às atividades sobre hepatites. Os profissionais de atendimento em hepatite viral do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) realizam atendimento clínico e encaminhamento hospitalar, aconselhamento sexual e distribuição de preservativos, entre outras atividade.

O grupo Irmãos Brothers, por meio de acrobacias e palhaçadas, vai mostrar um espetáculo de circo e no Museu da Vida haverá a peça O mistério do barbeiro. Ao longo do dia, as crianças poderão se divertir com as oficinas de pinturas, com palhaços e malabares e com os contadores de histórias. Nesta edição, excepcionalmente, haverá a Feira de Talentos com 60 expositores.

A Feira da Saúde ocupará mais de 50 estandes e tendas. Será possível fazer avaliações de câncer de mama e obesidade infantil, com aferição de peso, estatura e glicemia. Escovódromos serão instalados para a prática de escovação infantil e as gestantes receberão informações sobre amamentação, cuidado com bebês, prevenção de acidentes com crianças. Serão feitos mil testes de glicose, colesterol e triglicerídeos.

Quarenta tendas abrigarão temas como dengue, caramujo africano, barbeiro, leishmaniose, carrapato, mosquito, esquistossomose e uma série de atividades lúdicas como sala de jogos e teatros de fantoche.

(Matéria publicada na Agência Fiocruz de Notícias).

Voltar ao topoVoltar