Início do conteúdo

Instrumentos de gestão


Para orientar o processo de consolidação da cultura da excelência, a Fiocruz validou, em 2011, sua Política da Qualidade, que expressa o escopo e as diretrizes de seu Sistema de Gestão da Qualidade. Nesse processo, as ferramentas e os instrumentos de Gestão recomendados pelo Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GesPública), do MPOG, foram incorporados pela Fundação, com destaque para:

Avaliação Contínua da Gestão (1.000 Pontos)

A Fiocruz realiza ciclos anuais de avaliação contínua da gestão desde 2007. Como reconhecimento, recebeu, em 2013 e em 2015, o Certificado de nível 7 (média) de Gestão segundo o Modelo de Excelência na Gestão Pública (MEGP), que evidencia o alto grau de compromisso da Fundação com a excelência na gestão e a busca contínua de melhores resultados para a sociedade brasileira.

Pesquisa de Satisfação

Para medir o nível de satisfação de seus usuários diretos, além das avaliações realizadas por suas unidades, a Fiocruz promove, a cada dois anos, a Pesquisa de Satisfação e Imagem com os Gestores do Sistema Único de Saúde (SUS). Seus resultados permitem ampliar a compreensão do conhecimento e da opinião que estes gestores têm da Fiocruz e de suas atividades, além de medir sua satisfação e suas expectativas. A pesquisa serve, portanto, de insumo para a implementação de um plano de melhoria, a partir da busca do atendimento às expectativas e necessidades desse segmento representativo da sociedade, considerado, junto com o Ministério da Saúde, o principal usuário das atividades institucionais. 

Gestão por Processos

Base do Modelo de Excelência da Gestão que constitui, ao mesmo tempo, um dos seus fundamentos, a gestão por processo foi difundida por toda a Fiocruz, segundo as diretrizes padronizadas em seu Guia de Gestão por Processos e no documento Instrução de Trabalho: Projetar Melhorias.

Voltar ao topoVoltar