Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

No mundo

Em todo o mundo, diversas instituições apoiam o desenvolvimento do acesso aberto e implementam iniciativas para promover, para toda a sociedade, o acesso público e gratuito ao conhecimento científico produzido.

Comunidades de bibliotecas

Sparc (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition): estabelecida pela Associação de Bibliotecas Acadêmicas e de Pesquisa dos Estados Unidos, com representações na Europa e no Japão;

Liber (Associação de Bibliotecas de investigação europeias): organização não governamental que agrupa as bibliotecas de pesquisa europeias;

EIFL (Electronic Information for Libraries): organização que acessora bibliotecas em mais de 45 países em desenvolvimento e economias em transição, como África, Ásia e Europa;

Coar (Confederation Of Open Access Repositories/Confederação de Repositórios de Acesso Aberto), organização global voltada para os administradores de repositórios abertos, criada em 2009;

Red Clara (Rede Federada Latino-americana de Repositórios de Documentação Científica Institucional): organização de Direito Internacional sem fins lucrativos, que interconecta redes acadêmicas avançadas da América Latina e a estas com as redes de outras regiões do mundo;

Ibict (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia): organização para promover a competência, o desenvolvimento de recursos e a infraestrutura de informação em ciência e tecnologia para a produção, socialização e integração do conhecimento científico e tecnológico

Comunidades científicas

OKF - Open Knowledge Foundation/Fundação para o Conhecimento Aberto: criada em 2004, para estimular a abertura de todas as formas de conhecimento eo  uso de conteúdos, dados ou informação em geral, sem restrição, por qualquer pessoa.

EOS (Enabling Open Scholarship/Permitindo Estudos Abertos): criada em 2009 para promover os princípios e práticas de estudos abertos no ensino superior;

CIS (Centre of Internet & Society/Centro para a Internet e Sociedade): estabelecido em 2008 em Bangalore, Índia, atua com questões relacionadas ao impacto da internet na sociedade, incluindo o acesso aberto e enfatizando os diálogos Sul-Sul. 

Organizações de infraestrutura para desenvolvimento de repositórios

JISC Committee (Joint Information Systems), do Reino Unido: patrocina um amplo programa de desenvolvimento de infraestrutura e pesquisa baseada em evidência;

Surf Foundation, Holanda: patrocina a inovação de TI no ensino superior e investigação;

Federação de Repositórios Digitais do Japão: coalizão de universidades japonesas de apoio espcífico ao desenvolvimento de repositórios. 

Agências de fomento

OSF (Open Society Foundations): financia a pesquisa, o desenvolvimento e a promoção internacional de apoio ao acesso aberto;

Fecyt (Fundação Espanhola para a Ciência e Tecnologia): financia a pesquisa e infraestrutura para o desenvolvimento do acesso aberto;

DFG (Deutsche Forschungsgemeinschaft): organização nacional alemã para financiamento de pesquisa, abrangendo a promoção e o desenvolvimento de infraestrutura para o acesso aberto.

Comissão Europeia: voltada ao financiamento de pesquisa e desenvolvimento da União Europeia,englobando o desenvolvimento de infraestrutura e políticas de acesso aberto.

Organizações que dispõem de políticas de acesso aberto em caráter mandatório:

Conselhos de Pesquisa do Reino Unido, desde 2005;

Wellcome Trust, desde 2005;

NIH (National Institutes of Health), EUA, desde 2007;

Comissão Europeia, desde 2013;

Icrisat (Instituto de Pesquisa Internacional de Culturas em Trópico Semi-Árido, com sede em Hyderabad, Índia), desde 2009;

Memorandum for the heads of executive departments and agencies, EUA, desde 2013.

The World Bank, desde 2012;

Unesco, desde 2013;

Universidade do Minho, Portugal, desde 2003;

MIT (Massachusetts Institute of Technology), desde 2009;

Harvard University, desde 2007.

Voltar ao topoVoltar