Início do conteúdo

11/06/2012

Fiocruz participa da Rio+20 com estande, exposições e atividades abertas ao público


A Fiocruz vai participar ativamente da Rio+20, que vai de 13 a 22 de junho, no Rio de Janeiro. Seminários, palestras e exposições compõem a programação que envolve a Fundação, com o objetivo de contemplar o tema saúde na pauta da conferência mundial.

A Fiocruz participa como parceira do Ministério da Saúde, no Píer Mauá (Avenida Rodrigues Alves, 10), onde terá um estande com informações sobre o Sistema Único de Saúde e mostras temáticas sobre inovação e programas políticos relacionados ao desenvolvimento sustentável. O espaço conta ainda com: painel de celebração dos 112 anos da Fiocruz; material sobre as coleções biológicas; Academia da Saúde; Canal Saúde e Telessaúde.

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos) estará representado por meio de uma projeção digital touchscreen, que exibirá informações sobre a sua infraestrutura. Imagens de seus laboratórios também estarão na exposição Humanidades, no Forte de Copacabana, Zona Sul do Rio.

Bate-papos e exposições

Durante a Rio+20, o Armazém 4 do Píer Mauá vai se transformar no Armazém Pop Ciência, com a participação de mais 30 instituições de ensino e pesquisa e uma série de atividades de divulgação científica gratuitas. O Museu da Vida estará presente com atrações do ciclo de atividades Vida de inseto, a exposição Evolução e natureza tropical e os resultados do projeto CEnaRios. O espaço ficará aberto gratuitamente de 13 a 22 de junho, entre 9h e 18h. O agendamento de grupos escolares será feito junto ao Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast).

Entre as atividades do Armazém Pop também destacam-se bate-papos com cientistas sobre temas variados, como mudanças climáticas, química para um mundo sustentável, astronomia indígena e tecnologias populares, entre outros. Um desses bate-papos será com o biofísico Henrique Lins de Barros, pesquisador do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no dia 15 de junho, sexta-feira, às 14h. O cientista falará sobre seu livro Biodiversidade em Questão (Editoras Fiocruz e Claro Enigma), no qual explica a necessidade de mudanças de hábitos para preservar a diversidade biológica e mesmo garantir a permanência da própria espécie humana no planeta. A atividade ocorre na Arena Multiuso do Armazém 4 (Av. Rodrigues Alves, s/nº).

Confira a agenda Fiocruz na Rio + 20.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar