Início do conteúdo

Participação em macroprojetos

- Articulação Intersetorial – PAC Colônia – A partir de representação no Comitê Gestor do PAC, o CFMA colabora em ação conjunta da Superintendência de Patrimônio da União, do Ministério das Cidades, das Secretarias Municipais de Urbanismo, Habitação e Saúde, do Inepac, do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social e de movimentos sociais. Os focos são o planejamento de ações intersetoriais e o monitoramento de implementação do Programa, com a perspectiva de contribuir para o desenvolvimento equilibrado, justo e sustentável do território da CJM.

- Articulação de Políticas Públicas / Setor Saúde – Macroprojeto para o incremento, a inovação, a implantação e a integração de políticas públicas locais, com foco no eixo saúde-ambiente, abrangendo atividades de serviço, ensino e pesquisa.

Entre as iniciativas de serviço, a implantação do Centro Municipal de Saúde Mata Atlântica, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, que funciona como um laboratório vivo na rede do SUS. E entre as ações de ensino, o projeto oferece campo prático na atenção básica para as residências na área materno-infantil, em parceria com o Instituto Fernandes Figueira (IFF), da Fiocruz, e a Escola de Enfermagem Anna Nery, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

As pesquisas incluem o estudo das doenças negligenciadas relevantes para o SUS, em parceria com o Instituto Oswaldo Cruz (IOC), o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict) e outras unidades da Fiocruz. Outra iniciativa, aberta a estudantes e pesquisadores das instituições parceiras, é diagnóstico territorial semestral, nos níveis macro e micro, utilizando as bases de dados do DataSUS, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto Pereira Passos (IPP).

- Observatório de Saúde Urbana BH-Rio – O projeto é uma parceria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com a Fiocruz, por meio da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS) e do Icict. Seu objetivo é analisar o impacto das intervenções do PAC na saúde dos moradores de áreas de vulnerabilidade das cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro. O foco do CFMA é a CJM. 

Voltar ao topoVoltar