Início do conteúdo

22/06/2017

Documentários do Selo Fiocruz Vídeo estão disponíveis no Youtube

Desenho de Oswaldo Cruz enfrentando a morte

Fonte: VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz

O Selo Fiocruz Vídeo, marca de difusão e fomento de audiovisuais em saúde da Fundação Oswaldo Cruz, está disponibilizando no Youtube seu catálogo com 28 vídeos sobre os mais diversos temas como agrotóxicos, crack, esporotricose, saúde indígena, dentre outros. 

As produções podem ser acessadas gratuitamente no canal do Youtube da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz, e os DVDs podem ser adquiridos na Editora Fiocruz a preço acessível.

Criado em 2006, o Selo Fiocruz Vídeo acompanha a estratégia da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz de disseminar o conhecimento em saúde, popularizando e democratizando o acesso da população ao conhecimento em saúde pública, através da comercialização, a baixo custo; e fomentando e incentivando a produção independente de audiovisuais em saúde através do lançamento de editais de financiamento à produção e à finalização. 

Toda a estratégia segue a recomendação da Política de Acesso Aberto da Fiocruz.

Veja abaixo a lista de produções disponíveis:

As sementes
Neneide fala sobre empoderamento feminino e como seu grupo "Mulheres Decididas a Vencer" passou a trabalhar com abelhas num assentamento na caatinga no Rio Grande do Norte. Izanete resiste ao agronegócio que ocupa extensas terras no Rio Grande do Sul, onde produz um leite ecológico e pães para a merenda escolar. Para Efigênia, horta é terapia e o trabalho na roça em Minas Gerais, independência.  Maria dos Santos recorda lutas pela posse da terra, igualdade de gênero e desnutrição nas áreas quilombolas na Bahia. Quatro sementes da economia solidária, do cooperativismo, do feminismo e da agroecologia.
Duração: 30:52

Fé eterna na ciência
Documentário sobre o médico, poeta e pesquisador Luiz Fernando Ferreira, da Fiocruz. Criou a Paleoparasitologia, ciência que estuda parasitas em material arqueológico. Em meio ao ambiente do saber, Luiz Fernando conta suas histórias, "algumas verdadeiras outras nem tanto", como ele mesmo acentua. Desde jovem encantado com os sábios de Manguinhos, escolhe os caminhos da ciência. Neste documentário nos relata sua trajetória de pesquisas e aventuras permeadas por um imaginário povoado por lendas e mitologias.
Duração: 25:36

Mulheres das águas
Um retrato da vida e da luta das pescadoras nos manguezais do Nordeste do Brasil. O modo de vida e a sobrevivência de suas famílias estão ameaçados pela poluição de grandes indústrias e pelo turismo predatório, causadores de danos ao ecossistema. O documentário destaca o engajamento e a resistência dessas mulheres em busca da preservação e demarcação dos territórios pesqueiros, manutenção e ampliação dos seus direitos sociais, melhoria das condições de trabalho e da saúde.
Duração: 32:26

Oswaldo Cruz na Amazônia 
No início do século XX, após a implantação das campanhas sanitárias no Rio de Janeiro, Oswaldo Cruz partiu para a Amazônia, em viagem de inspeção sanitária aos portos do Brasil. Em 1910, realizou campanha contra a febre amarela em Belém e, em visita às obras de construção da estrada de ferro Madeira-Mamoré, estabeleceu um plano de combate à malária na região. Quase um século depois, utilizando filmes, fotografias, caricaturas, cartas e relatórios do cientista, uma equipe de pesquisadores da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) refez seu percurso e gerou este documentário, que resgata a memória e atualiza as principais questões de saúde por ele levantadas.
Duração: 52:01

Herança social 
Uma doença antiga, estudada e negligenciada. O Rio de Janeiro é uma das capitais com mais casos de tuberculose. Mas por que para algumas pessoas a tuberculose é hereditária? Hereditária é a situação social. Os lugares mais pobres dos lugares mais ricos reúnem condições precárias de vida que propagam uma doença que não deveria mais existir. Ontem ou hoje a alvorada lá no morro nem sempre foi uma beleza. O documentário revela que há décadas partilhamos a mesma herança social. 
Duração: 20:01

Saúde em trânsito  
A violência no trânsito é um problema de saúde pública no Brasil com altos índices de mortalidade e morbidade. Depoimentos de usuários e profissionais discutem o tema e destacam a necessidade de medidas preventivas integradas.
Duração: 26:25

Esporotricose
A esporotricose é a micose subcutânea mais comum no Brasil e na América Latina. Depoimentos de pesquisadores, médicos, pacientes e veterinários esclarecem a transmissão, os sintomas, o diagnóstico, o tratamento e a epidemiologia da doença e relatam a epidemia que acontece no Rio de Janeiro, a maior já registrada em toda a história desta zoonose.
Duração: 24:11

Fim do silêncio
O aborto inseguro é, nos tempos atuais, um dos graves problemas para a saúde pública no nosso país, levando milhares de mulheres a vivenciarem situações de risco, ao sofrimento de sequelas físicas e psicológicas e à morte. Este documentário traz, pela primeira vez, o depoimento dramático de algumas dessas mulheres, que falam abertamente, sem esconder rosto nem identidade, como e por que fizeram aborto.
Duração: 52:58

Crack, repensar
Em uma sociedade de dependentes, questões como a redução de danos, internação compulsória e regulação das drogas precisam ser repensadas. Essa é a proposta do documentário Crack, repensar, que reúne depoimentos de usuários, ex-usuários, especialistas em saúde pública, acadêmicos, gestores e profissionais que atuam na promoção da justiça em um polêmico debate sobre como conviver com as drogas uma sociedade dependente.
Duração: 25:21

Diários de tuberculose – Epidemia oculta
Uma comunidade carente no Rio de Janeiro, pessoas em situação de rua, outras privadas de liberdade no Recife e uma aldeia indígena no Amazonas. A equipe do documentário viaja pelo país para mostrar o que essas localidades têm em comum: os determinantes sociais que contribuem para a transmissão da tuberculose. Uma doença que as pessoas ainda têm vergonha de dizer o nome, mas que afeta milhares por ano em todo Brasil. Pacientes, ex-pacientes e profissionais de saúde relatam os sintomas, as formas de contágio e as formas de tratamento dessa epidemia ainda oculta.
Duração: 50:33

A história da saúde pública no Brasil – 500 anos na busca de soluções
Essa história começa com a chegada dos colonizadores portugueses, quando os problemas sanitários ficaram mais graves e começamos a busca de soluções para as questões de saúde dos brasileiros. Brasil Colônia, Brasil Império, Brasil República, um passeio pela história da saúde pública no país, sempre marcada pelas diferenças sociais e pela falta de prioridade nos investimentos do governo. Apesar dos muitos avanços e conquistas, continuamos na busca de soluções.
Duração: 17:01

Mudando o mundo
Em uma sala de aula, brinquedos e objetos ganham vida para ajudar a contar a história de descobertas científicas, na área da saúde, que mudaram o mundo. Em cinco divertidos episódios aprenda sobre Oswaldo Cruz e o combate à varíola; Adolpho Lutz e Emilio Ribas e a experiência sobre a transmissão da febre amarela; Carlos Chagas e a descoberta do inseto transmissor da Doença de Chagas; Manoel Dias de Abreu e a invenção da técnica de abreugrafia e Zé Gotinha e a importância da vacinação.
Duração: 18:34

Ruínas da loucura
Um retrato do cotidiano de Ecton, Jorge, Israel, Abel, Marli e seus dois irmãos, Manoel e Regina: histórias de vida que se cruzam e a possibilidade de viver diferente num lar – o Serviço Residencial Terapêutico Morada Viamão, criado em 2005 para abrigar ex-pacientes do Hospital Psiquiátrico São Pedro.
Duração: 26:09

Nuvens de veneno
A nuvem se espraia pelas plantações. Em vez de molhar, seca. Ela não traz a chuva, traz o veneno. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de soja, algodão, milho e também um dos maiores consumidores de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Nuvens de veneno expõe as preocupações com as consequências do uso desses agroquímicos no ambiente, especialmente, na saúde do trabalhador. Um documentário revelador que faz refletir sobre a forma que crescemos e sobre o tipo de desenvolvimento que queremos.
Duração: 22:42

Linha de corte
Quais são os limites do corpo humano? Correr 15 km em 52 minutos e 12 segundos? Cortar 52 toneladas de cana por dia? Essas marcas foram alcançadas por dois cortadores de cana que tinham em comum o árduo trabalho no campo. Com esse tempo, Maria Zeferina Baldaia conquistou o primeiro lugar na São Silvestre em 2001. Valdecir da Silva Reis conquistou um salário um pouco maior, muitas dores e uma morte prematura. O documentário Linha de corte mostra o impacto do sistema de pagamento por produção na saúde do trabalhador rural, desnudando a precariedade do trabalho no interior dos canaviais das modernas usinas paulistas, cenário de pouca visibilidade social.
Duração: 27:40

Ehcimakî Kirwañhe: um debate na saúde Indígena
Traz para a tela a discussão sobre a estruturação e o funcionamento da rede de saúde indígena no oeste do Pará, na região do Mapuera. Participam do documentário diferentes interlocutores, agentes indígenas de saúde, profissionais da Casa de Apoio à Saúde Indígena, sanitaristas e outros profissionais do Sistema Único de Saúde. A partir do olhar proposto pela Política Nacional de Humanização da Assistência em Saúde, apresenta reflexões e diálogos sobre o uso da medicina tradicional, a produção da demanda pelo serviço de saúde indígena e a relação com a diferença.
Duração: 26:10

Cinematógrafo Brasileiro em Dresden
Com imagens de época e entrevistas com pesquisadores de história da saúde e do cinema, o documentário resgata dois filmes exibidos em 1911 no pavilhão brasileiro da Exposição Internacional de Higiene em Dresden (Alemanha). Tematizando o combate à febre amarela no Rio de Janeiro e a recém-descoberta doença de Chagas em Lassance (MG), são os primeiros filmes científicos brasileiros conhecidos, marcando o pioneirismo do Brasil e do Instituto Oswaldo Cruz na utilização de imagens em movimento na comunicação e informação em saúde.
Duração: 21:28

Baniwa, uma história de plantas e curas
As práticas tradicionais de cura estão no cerne da cultura Baniwa, povo indígena do Alto Rio Negro (AM). São os saberes míticos dos Baniwa que orientam suas concepções de saúde e doença e que direcionam as ações de cura dos conhecedores de plantas, dos pajés e dos benzedores. Qual é o espaço de reconhecimento destes saberes hoje? O documentário busca o sentido de permanência dessas práticas no atual contexto do contato. 
Duração: 53:23

Anima Saúde | A peleja dos guerreiros Sá & Úde contra os monstros Dó & Ença no país dos Tropic & Ais
O professor Lecré, com a ajuda da família Tal, mostra como toda a vida na Terra está interligada e como simples atitudes cotidianas podem melhorar o meio ambiente e a nossa saúde.
Duração: 16:20

Anima Saúde | Meu corpo, meu mundo
O professor Lecré, com a ajuda da família Tal, mostra como toda a vida na Terra está interligada e como simples atitudes cotidianas podem melhorar o meio ambiente e a nossa saúde.
Duração: 16:04

Anima Saúde | Rattus rattus
Rio de Janeiro, 1904. Oswaldo Cruz promove intenso combate à peste bubônica. Heitor, um pequeno imigrante, descobre uma maneira inusitada de ganhar dinheiro: caçar ratos.
Duração: 16:14

Alzheimer: mudanças na comunicação e no comportamento
A doença de Alzheimer é uma patologia neurológica degenerativa, progressiva e irreversível que atinge toda a família, pois muda significativamente o cotidiano e traz forte repercussão emocional, principalmente para aqueles que assumem a função de cuidador. Com o objetivo de tentar esclarecer algumas das incertezas que cercam os familiares durante a evolução da doença, este documentário apresenta informações básicas sobre mudanças na comunicação e no comportamento, que são os fatores de maior impacto e desestruturação familiar.
Duração: 26:21

Adolescendo
Quatro amigos - Luís, Nando, Márcia e Carol - saem em viagem. Luís está super afim de Márcia. Ele é diabético. Márcia corresponde. Os dois ficam juntos e tomam o maior susto. Carol quer esquecer o ex-namorado. Ela se acha gorda, vive infeliz e passa a tomar laxantes para emagrecer à força. Nando e os outros percebem. Todos se unem para tentar ajudar-se mutuamente nesse período difícil da vida. Eles estão 'adolescendo'.
Duração: 54:43

Paracoco – endemia brasileira
Paracoccidioidomicose, já ouviu falar? A paracoco, como é mais conhecida, está entre as dez doenças crônicas que mais causam mortes no país. No Brasil, ocorrem 80% dos casos da doença, que se restringe à América Latina. Trata-se de uma micose brasileira que ataca qualquer órgão ou sistema do organismo e prejudica, principalmente, a saúde do trabalhador rural. O documentário Paracoco – endemia brasileira percorre quatro estados brasileiros, ouvindo pessoas que contraíram a doença e profissionais de saúde, para retratar sintomas, formas de contágio e pesquisas, destacando a importância do diagnóstico no tratamento dos pacientes.
Duração: 24:10

Parir é natural
O documentário apresenta depoimentos de mulheres que viveram a experiência do parto e o posicionamento de profissionais de saúde especialistas em parto e nascimento com o intuito de ampliar o debate sobre a banalização da cesárea e todas as suas consequências. 
Duração: 25:59

Revolta da Vacina
Com esquetes teatrais e depoimentos de médicos, pesquisadores e historiadores, este documentário apresenta a história da varíola, da vacina e da revolta popular de 1904, ocorrida no Rio de Janeiro, abordando as questões sociais, políticas e culturais que envolveram a campanha de vacinação do governo de Rodrigues Alves, em plena República Velha. 
Duração: 23:09

Nascer no Brasil: Parto, da violência obstétrica às boas práticas
No Brasil, a chance de dar à luz sem intervenções durante o trabalho de parto é remota. Apenas 5% das mulheres tiveram essa experiência segundo a pesquisa Nascer no Brasil, coordenada pela Fiocruz. Muitos procedimentos passaram a ser usados de forma rotineira, causando mais traumas do que benefícios. O vídeo aborda a realidade de nascer no Brasil e para qual direção caminhamos. 
Duração: 20:09

Nascer no Brasil: Cesárea, mitos e riscos
Um país com 56% de taxa de cesárea, sendo 88% nos hospitais privados. O que as mulheres brasileiras acham disso, será que elas sabem dos riscos?
Duração: 16:40

Voltar ao topoVoltar