Início do conteúdo

Direitos das mulheres

P


A Fiocruz se posiciona contra toda forma de violência a que as mulheres ainda são submetidas. Entre nossos valores estão a diversidade étnica, de gênero e sociocultural, bem como a valorização dos trabalhadores, alunos e colaboradores, e o compromisso com as principais metas de transformação social do Estado brasileiro. Desde sua criação, em 1900, a Fiocruz dedica-se à ciência, à tecnologia, à produção e ao ensino, sempre atenta à missão de promover a saúde e a cidadania, contando com mulheres cientistas em seus quadros desde os primeiros anos de atividades. A implantação do Programa de Pró-Equidade de Gênero e Raça na instituição em 2009 é mais uma demonstração do seu o objetivo de promover a igualdade de oportunidades e de tratamento entre homens e mulheres. Hoje, elas já integram mais de 50% de nossa força de trabalho - e temos, com orgulho, a primeira presidente dessa casa centenária, a pesquisadora Nísia Trindade.

Para expressar essa posição, em novembro 2016  a Fundação iluminou com a cor lilás o Castelo Mourisco, monumento centenário às margens da Avenida Brasil e tombado pelo Iphan em 1981. A iniciativa simboliza a luta pela garantia dos direitos das mulheres e contou com o trabalho técnico do Departamento de Patrimônio Histórico da Casa de Oswaldo Cruz (DPH/COC), responsável pelas intervenções de preservação do Núcleo Arquitetônico Histórico de Manguinhos – NAHM.
 

Foto envelhecida de moça de costas para a câmera de mãos dadas com alguém que não se vê
Portal de Periódicos reúne artigos sobre violência contra mulher para debater e combater a cultura do estupro
Frame do programa 'Sala de convidados', mostra detalhe do olho de uma entrevistada
'Sala de Convidados' debate o feminicídio, o assassinato da mulher por questões de gênero ou da condição feminina. Alteração no Código Penal inclui essa tipificação de homicídio, agora definido como crime hediondo
Galeria de capas da revista Radis
Violência de gênero, cultura do esturpo, identidades trans, maternidade na prisão, parto humanizado e outros temas
Abertura dos vídeos da série 'Nascer no Brasil', mostra mulher grávida e logo da produção
Parto, cesariana, violência obstétrica e excesso de intervenções, a partir da experiência de mulhers
Frame do documentário 'Fim do silêncio'
Aborto inseguro, uma questão de saúde pública
Imagem de mulher com a mão tapando a própria boca
Forças históricas, culturais e sociais que criminalizam o aborto impõem às mulheres uma situação de clandestinidade, vulnerabilidade e sofrimento
Discussões sobre direitos, violência e políticas públicas são tema recorrente na programação. Assista os vídeos
Capa do livro 'Dicionário Feminino da Infâmia'
Publicação traz rico panorama dos conceitos recorrentes na pauta feminista e das mulheres, em sua dimensão histórica, política e social
Logo do IFF
O Instituto oferece serviços de saúde a pacientes referenciados por outras unidades ligadas ao SUS no Rio de Janeiro ou que possuam encaminhamento médico
Foto de mulheres segurando a faixa do evento
Avanços em políticas de saúde, mas falta de direitos em relação ao próprio corpo
Comitê busca promover a igualdade de gênero e etnia, por meio de diversas iniciativas
Imagem traz mulher grávida em entrevista dentro da prisão
Estudo inédito da Fiocruz traça perfil da população feminina que vive com seus filhos em prisões e a dura realidade das práticas relacionadas à atenção, à gestação e ao parto durante o encarceramento
Arte com fotos de várias mulheres cientistas da Fiocruz
Mulheres nas ciências

Voltar ao topoVoltar