Início do conteúdo

Se na primeira dose da vacinação contra Covid-19, a pessoa tomar a vacina AstraZeneca produzida na Índia e na segunda dose tomar a AstraZeneca produzida no Brasil, estará imunizada?

Se na primeira dose da vacinação contra Covid-19, a pessoa tomar a vacina AstraZeneca produzida na Índia e na segunda dose tomar a AstraZeneca produzida no Brasil, estará imunizada?

16/09/2021
Compartilhar:

A vacina COVID-19 (recombinante) produzida e registrada junto à Anvisa por Bio-Manguinhos/Fiocruz é fornecida para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, com rótulos de acordo com o seu registro sanitário, conforme imagem disponível aqui. No início de 2021 o Instituto também entregou doses importadas prontas do Instituto Serum da Índia, sob o nome Covishield. Ambas são fruto de acordos de transferência de tecnologia firmados com a biofarmacêutica AstraZeneca, detentora dos direitos sobre a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, tendo a mesma plataforma tecnológica e a mesma formulação. Além disso, segundo noticiado pela imprensa, o PNI recebeu vacinas importadas diretamente da AstraZeneca, via consórcio Covax Facility, com rótulos seguindo as diretrizes regulatórias do local de origem. Portanto, ainda que com rótulos diferentes, as três vacinas são equivalentes e podem ser combinadas nas aplicações das duas doses do esquema de vacinação.

Perguntas relacionadas

Coronavírus
Notícias, vídeos e outras informações sobre a pandemia

Avalie esta resposta

Voltar ao topoVoltar