Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

É verdade que tem se estudado o uso do plasma sanguíneo de pacientes recuperados da Covid-19 no tratamento da doença?

É verdade que tem se estudado o uso do plasma sanguíneo de pacientes recuperados da Covid-19 no tratamento da doença?

16/04/2020
Compartilhar:

Sim. O Ministério da Saúde tem apoiado instituições e monitorado diariamente pesquisas que objetivam identificar um tratamento efetivo para a Covid-19. Entre elas, em especial um consórcio de estudos que utilizará o plasma sanguíneo convalescente de pacientes recuperados da doença. O procedimento consiste na transfusão do plasma (a parte líquida do sangue) de um paciente curado para uma pessoa infectada. Nessa terapia, espera-se que os anticorpos presentes no plasma forneçam imunidade às pessoas com a doença.

Esses estudos buscam a diminuição dos sintomas da infecção e da carga viral no organismo, resultando em uma menor utilização de leitos de UTIs. Ainda não há tratamento comprovado que cure o paciente com a Covid-19. Os cuidados ofertados atualmente são de suporte e tratamento de sintomas, como febre, tosse e dores no corpo. (Pergunta e resposta elaboradas a partir do Fale Conosco do portal Fiocruz)

Perguntas relacionadas

Coronavírus
Notícias, vídeos e outras informações sobre a epidemia

Voltar ao topoVoltar