Início do conteúdo

Servidores selecionados pelo edital Inova Gestão apresentam seus projetos em evento de integração


30/03/2021

Escola Coorporativa

Compartilhar:

A Escola Corporativa Fiocruz e a coordenação do Programa Fiocruz de Fomento à Inovação (Inova) promoveram na tarde do dia 18/3 (quinta-feira) o primeiro encontro de acolhimento e integração de coordenadores e equipes dos 28 projetos selecionados para financiamento institucional a partir do edital Inova Gestão, lançado no segundo semestre de 2020. As iniciativas estão distribuídas em cinco eixos: Gestão inteligente baseada em dados (11); Plataformas de gestão e redes colaborativas (7); Gestão da inovação (5); Transformação digital (4) e Governança para resultados (1). As boas-vindas foram dadas pela presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, que exaltou a atuação conjunta entre as vice-presidências de Gestão e Desenvolvimento Institucional (VPGDI) e a de Produção e Inovação em Saúde (VPPIS). Além dela, compuseram a mesa de abertura o vice de Gestão e Desenvolvimento Institucional, Mario Moreira, e a diretora da Escola Corporativa, Carla Kaufmann. A ausência do vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, Marco Krieger, foi justificada em função de uma agenda emergencial relacionada à covid-19. Clique aqui e assista ao teaser de lançamento do evento.

Nísia Trindade Lima saudou a organização da atividade, destinando um cumprimento especial aos coordenadores e equipes dos projetos selecionados, e destacou em sua fala a própria criação do edital como um processo de inovação. A presidente afirmou ainda que o contexto atual da pandemia reforça a importância da inovação na gestão, declarando que a encomenda tecnológica realizada para a produção das vacinas na própria Fiocruz requer ousadia no campo gerencial, e ressaltou a amplitude dos projetos apresentados. Na sequência, Mario Moreira enfatizou que os esforços da gestão são fundamentais para o alcance das metas e cumprimento da missão institucional da Fundação e apresentou Priscila Ferraz, como vice-presidente adjunta de Gestão e Desenvolvimento Institucional, que irá realizar uma interlocução mais direta com a equipe da Escola Corporativa no desenvolvimento do Inova Gestão.

Ao retomar a fala, o vice-presidente afirmou que o Inova já é uma marca da Fiocruz, tendo sido iniciado no campo da pesquisa e desenvolvimento tecnológico, apoiando projetos que já estão implementados e sendo incorporados na cadeia produtiva da Fiocruz. E disse esperar que o mesmo ocorra com as iniciativas de gestão. Mario Moreira afirmou ainda que a inclusão do campo da gestão no Inova já gerou um efeito positivo devido ao reconhecimento do seu papel estratégico para o desempenho das áreas finalísticas da instituição. Ao concluir sua participação, ele também citou a importância da gestão na condução das medidas de combate à pandemia: “a Fiocruz é hoje um elemento de esperança da sociedade brasileira”, frisou, ao destacar que ações como a do Inova Gestão contribuem no fornecimento de respostas à população.

Desafios e caminhos

A segunda parte do evento foi conduzida pela ex-vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência e integrante da equipe de coordenação do Inova Fiocruz, Claude Pirmez e pelo ex-coordenador-geral de Gestão de Pessoas e atual chefe de Gabinete da Presidência, Juliano Lima. A dupla abordou os desafios e entraves na implantação de projetos institucionais. Primeira a se apresentar, Claude Pirmez apresentou o Inova destacando números, como os 522 projetos aprovados e as 32 áreas de pesquisa contempladas desde 2018. Ela apresentou também os quatro eixos de atuação dos editais da iniciativas: institucional e cadeia produtiva; encomendas estratégicas – onde está inserido o Inova Gestão –; redes e capacitação e desenvolvimento regional. Claude apresentou ainda um fluxo com o ciclo de vida dos projetos, destacando as dificuldades a serem enfrentadas do planejamento às entregas, culminando nas medidas de sucesso e lições aprendidas.

Para Juliano Lima, a Fiocruz sempre buscou inovar no âmbito da administração pública para superar os obstáculos impostos por sua natureza jurídica, destacando formas diferentes de se avançar. Contudo, destacou ainda uma relação paradoxal na gestão, que, segundo relatou mencionando uma reportagem da revista Veja, ainda despende muitos recursos com itens de escritório, como papel, carimbo, caneta e lápis. Juliano abordou a importância do planejamento e especialmente das entregas a serem realizadas, explicando que os projetos serão acompanhados e monitorados continuamente e que a falta de retorno quanta às entregas combinadas podem acarretar interrupção do financiamento e realocação do investimento provisionado para outra iniciativa que se mostre mais promissora e eficiente. Ao concluir sua explanação, o chefe de Gabinete atestou a importância da viabilidade, pertinência e impacto dos projetos. Apontando ser fundamental que as unidades e a própria Presidência percebam valor e tenham interesse na implantação das iniciativas.

Carla Kaufmann reforçou o papel desempenhado pela Escola Corporativa como parceira desse processo, ao fornecer o aporte necessário ao desenvolvimento dos projetos, pensando novas capacitações e formas de interação entre os membros das equipes. Ela anunciou ainda um treinamento ministrado pela Fiotec junto aos coordenadores de projetos, previsto para ocorrer no início de abril, com orientações acerca das execuções financeiras e formatação de toda a documentação necessária. Os trabalhos apresentados devem ser desenvolvidos a partir do dia 5 de abril de 2021 com o prazo de doze meses.

Projetos apresentados

Durante o evento, 27 dos 28 projetos selecionados foram apresentados em pitches de 2 minutos pelos coordenadores ou membros de equipe de cada ação. As apresentações ocorreram em três blocos com mediação do coordenador do Programa Inova Fiocruz, Milton Ozorio, que voltou a destacar a importância da contrapartida que cada projeto selecionado deve fornecer à instituição. Ao comentar as apresentações, Milton conseguia fazer conexões entre muitos dos projetos e observava a relevância das iniciativas selecionadas. Clique aqui e acesse um documento com a síntese dos projeto apresentados.

Para Carla Kaufmann a atividade cumpriu seu papel, de acolher e integrar os participantes, que trocaram diversas mensagens no chat do encontro. Enfatizou também a importância da Escola Corporativa no desenvolvimento dos gestores da instituição ao declarar que diversos servidores com propostas aprovadas para financiamento passaram pelo programa de desenvolvimento gerencial e por outras ações formativas conduzidas pela Escola no campo da gestão, como os mestrados profissionais e outros cursos estratégicos.

Inova Fiocruz e Inova Gestão

O Inova Fiocruz foi lançado em 2018 com o objetivo de incentivar a transferência para a sociedade do conhecimento gerado em todas as áreas de atuação da Fiocruz e conta com financiamento do Fundo de Inovação da Fiocruz e do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE). O Inova gestão teve suas inscrições abertas em setembro de 2020 com o objetivo de encontrar novas ideias e diferentes soluções de gestão para as necessidades das ações finalísticas da Fiocruz. A iniciativa visa impactar positivamente no desenvolvimento de  novos produtos e serviços de gestão, no mapeamento de tendências e novas tecnologias aplicáveis à área, na otimização dos processos finalísticos por meio de práticas inovadoras, na redução e otimização de custos, no desenvolvimento de processos e projetos e na criação de uma cultura colaborativa e empreendedora, favorecendo a formação de redes no âmbito da gestão. Clique aqui e saiba mais.

 

Clique aqui e assista ao vídeo do Inova Gestão Expectativas e Desafios para a Implementação dos Projetos

 

Clique aqui e assista aos pitchs dos projetos.

Voltar ao topoVoltar