Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

28/11/2018

Editora Fiocruz participa da Festa do Livro da USP

Assessoria de Comunicação/Editora Fiocruz

A Editora Fiocruz está na 20ª edição da Festa do Livro da USP, que acontece no período de 28 de novembro a 1º de dezembro em São Paulo. As 230 editoras participantes – entre grandes, como a Companhia das Letras, Boitempo e Record, e pequenas, como Arte & Letra  e Ouro Sobre Azul – oferecem descontos mínimos de 50% no valor das publicações expostas. O evento é promovido anualmente pela Editora da Universidade de São Paulo (Edusp). 
Este ano, a feira funciona também no sábado para atender o público que não tem a oportunidade de ir à Cidade Universitária durante a semana. A tenda motada para o evento tem cerca de quatro mil metros quadrados para abrigar o número maior de editoras participantes, cem a mais que no ano passado. As bancas de livros são contínuas, com identificação dos espaços apenas por cores, sem divisão.

Todas as publicações em estoque da Editora Fiocruz estão disponíveis, tanto as antigas quanto os lançamentos, e estão sendo vendidas pela metade do preço. É possível comprar, por exemplo, a segunda reimpressão do livro A Ciência a caminho da roça: imagens das expedições cientícias do Instituto Oswaldo Cruz ao interior do Brasil entre 1911 e 1913, organizado por Eduardo Vilela Thielen e colaoradores; e lançamentos como Atenção primária à saúde no Brasil: conceitos, práticas e pesquisa., organizado por Maria Helena Magalhães de Mendonça, Gustavo Corrêa Matta, Roberta Gondim e Lígia Giovanella. 

A Festa do Livro da USP foi criada em 1999 pelo professor e ex-presidnete da Edusp, Plinio Martins Filho, contou com 31 editoras na sua primeira versão, que duraou dois dias e teve grande aceitação. O objetivo inical era aproximar as editoras da universidade, especialmente as que tivessem em seus catálogos livros usados nos cursos da USP, então convidadas para expor suas publicações. Segundo Bruno Tenan, chefe de Marketing da Edusp, a decisão de chamar o evento de feira veio desse critério. “Como disse o professor Plinio, para festa somos convidados, e assim acontece com as editoras”, afirmou Tenan, em matéria publicada no Jornal da USP.
 

Voltar ao topoVoltar