Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

03/07/2018

Curso internacional sobre sequenciamento de DNA está com inscrições abertas até 12/7


Lucas Rocha (IOC/Fiocruz)

Podem participar estudantes de pós-graduação e pesquisadores que atuam nas áreas de biologia molecular e análise de sequências. Prazo para as inscrições vai até o dia 12/07

A sub-representação do genoma pode ser aplicada a uma ampla diversidade de estudos, da evolução à biodiversidade. A técnica conhecida como RAD-Seq (Restriction site Associated DNA sequencing, no inglês) permite a fragmentação e o sequenciamento de volumes menores de DNA. O método, que apresenta menor custo em relação ao sequenciamento de genomas inteiros, é tema do curso internacional ‘Genomics in Ecology and Evolution: an introduction to the RAD-Seq methodology’, promovido pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), entre os dias 20 e 27 de agosto. Podem participar estudantes de mestrado e doutorado e pesquisadores que atuam nas áreas de biologia molecular e análise de sequências. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas online até o dia 12/07. As atividades acontecerão no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro (Av. Brasil, 4.365, Manguinhos). A realização conta com o apoio do Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Biodiversidade e Saúde do IOC e da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz.

A utilização de RAD-Seq engloba o uso de técnicas laboratoriais moleculares, sequenciamento em larga escala (high-throughput sequencing) e ferramentas de bioinformática. “Um bom conhecimento dessas três esferas é necessário para que a aplicação da técnica seja eficiente e relevante para a pergunta biológica. O curso pretende apresentar aos alunos o passo-a-passo para o planejamento e utilização de RAD-Seq em projetos de pesquisa de forma que os alunos criem um conhecimento geral dos processos necessários além de senso crítico para compreensão de possíveis limitações a problemas associados à técnica de RAD-Seq”, destacou o pesquisador Luiz Guilherme Bauzer, do Laboratório de Fisiologia e Controle de Artrópodes Vetores do IOC, e coordenador da iniciativa. 

O curso apresentará todas as modalidades de RAD-Seq, com destaque para os protocolos conhecidos como double-digest RAD e 3RAD, que apresentam maior versatilidade na aplicação dos dados obtidos e em relação aos custos previstos. Uma vez isolados, os marcadores RAD podem ser usados para identificar e genotipar polimorfismos de sequências de DNA, como os polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs). A capacitação contará com a presença dos pesquisadores Camila Mazzoni e Maximilian Driller do Leibniz Institute for Zoo and Wildlife Research (IZW) e do Berlin Center for Genomics in Biodiversity Research (BeGenDiv), da Alemanha.

 

Voltar ao topoVoltar