Início do conteúdo

Coronavírus: Perguntas e respostas

Compartilhar:

Esta página especial reúne as Perguntas e Respostas sobre o Coronavírus SARS-CoV-2 e a doença Covid-19 publicadas no Portal Fiocruz. Como se trata de uma doença recente, a cada momento novas descobertas estão sendo feitas. Por isso, as orientações técnicas podem mudar e é sempre importante verificar as datas de publicação dos conteúdos e buscar por informações atualizadas em sites de instituições confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Fiocruz.

Navegue, tire suas dúvidas e compartilhe conteúdo de qualidade. 

Para mais informações, entre em contato pelo Fale Conosco da Fiocruz.

Sugestão, reclamação, solicitação ou elogio devem ser enviados para a Ouvidoria da Fiocruz por meio do formulário disponivel no sistema FalaBR.

 

Mais sobre Covid-19 no Portal Fiocruz

Conheça os ensaios clínicos em andamento com candidatos a vacinas, os estudos pré-clínicos com novas alternativas e as últimas atualizações sobre a futura produção de vacina contra a doença na Fiocruz.

 

Confira as notícias, vídeos e novidades da Fiocuz sobre a pandemia, tire dúvidas e acesse material para compartilhar nas redes sociais.

 

Exibindo 22 de 22 perguntas encontradas
Opções avançadas

Não. Tratam-se de vírus diferentes. Porém, neste momento irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus (...)

      • Prevenção
      • Mitos e verdades

É melhor esperar que a pessoa se cure do novo coronavírus. A vacina pode dar febre e outras reações que prejudicariam a pessoa infectada. (Pergunta e resposta elaboradas a partir do Fale Conosco do portal Fiocruz)

 

 

      • Quem deve tomar a vacina

O novo coronavírus que está causando a atual pandemia faz parte de uma grande família de vírus, mas é bastante diferente geneticamente de outros coronavírus que já atingiam animais e seres humanos anteriormente.

      • Mitos e verdades
      • Prevenção

A Fiocruz, por meio de Bio-Manguinhos, foi designada como a instituição com capacidade de avaliar as tecnologias em desenvolvimento. Sendo assim, realizou análises prospectivas de diversos projetos de vacinas em desenvolvimento...

      • Tipos de vacina
      • Produção e desenvolvimento

A vacina será disponibilizada na forma líquida, em frascos com 5 doses cada. A via de administração será intramuscular.

      • Importância e funcionamento da vacina
      • Composição e segurança
      • Produção e desenvolvimento

Para se ter essa informação, é preciso aguardar os resultados dos estudos clínicos que, no Brasil, estão sendo coordenados pela Unifesp.

      • Alergias e contraindicações
      • Composição e segurança

Atualizado em 25/06/2021: Cada pessoa deve receber duas doses da vacina Fiocruz AstraZeneca. O intervalo entre as doses é de três meses. A primeira dose já garante altos níveis de proteção (76%). Com a srgunda dose, que não pode ser esquecida, a pessoa fica ainda mais protegida (82%).

      • Calendário vacinal e quantidade de doses

Para se ter essa informação, é preciso aguardar os resultados dos estudos clínicos que, no Brasil, estão sendo coordenados pela Unifesp.

      • Calendário vacinal e quantidade de doses
      • Prevenção

Para se ter essa informação, é preciso aguardar os resultados dos estudos clínicos que, no Brasil, estão sendo coordenados pela Unifesp.

      • Composição e segurança
      • Alergias e contraindicações

Não, trata-se de uma vacina recombinante baseada em vetor viral não replicativo e contendo apenas a informação genética para expressão da proteína S do SARS-CoV-2...

      • Composição e segurança

Resposta atualizada em 23/04/2021: O intervalo recomendado entre as duas doses da Fiocruz é de três meses

      • Importância e funcionamento da vacina
      • Prevenção
      • Importância e funcionamento da vacina

A Farmacovigilância é um conjunto de atividades que visam o monitoramento contínuo do perfil benefício-risco de todos os produtos que Bio-Manguinhos fornece ao Sistema Único de Saúde (SUS).

      • Composição e segurança

Atualizado em 10/06/2021: Qualquer pessoa que apresentar um evento adverso pós-vacinação com a vacina Covid-19 (recombinante) pode entrar em contato com Bio-Manguinhos pelo link: https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/fale-conosco-bio/atendimento.

      • Composição e segurança

Profissionais de saúde devem notificar os eventos adversos pós-vacinação observados nas unidades de saúde ao Programa Nacional de Imunizações por meio do e-SUS Notifica, pelo link: https://notifica.saude.gov.br/onboard.

      • Composição e segurança

Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra COVID-19, as gestantes e puérperas que já tenham recebido a primeira dose da vacina COVID-19 (recombinante) deverá ser vacinada após o período de gestação e puerpério (até 45 dias após o parto) com a segunda dose da mesma vacina.

      • Cuidados com grávidas, recém-nascidos e lactantes

Atualmente não há restrição para a vacinação de pessoas que já tiveram COVID-19. De acordo com o Ministério da Saúde, não há evidências, até o momento, de qualquer preocupação de segurança na vacinação de indivíduos com história anterior de infecção ou com anticorpo detectável pelo SARSCoV-2.

 

      • Composição e segurança

Se os efeitos adversos foram de natureza leve e moderada, a pessoa deverá tomar a segunda dose da vacina normalmente. Em casos de efeitos adversos graves, um médico deverá ser consultado para a avaliação.

      • Composição e segurança

Mesmo após a doença a pessoa deve completar a imunização tomando a segunda dose. Só é importante esperar 30 dias após o fim do ciclo viral para buscar a vacinação.

      • Calendário vacinal e quantidade de doses

A vacina de gripe pode ser aplicada com um intervalo mínimo de 14 dias em relação a qualquer uma das doses da vacina Covid-19. Assim, pode ser intercalada se for tomada até 14 dias antes ou depois da primeira dose e até 14 dias antes ou depois da segunda dose.

      • Calendário vacinal e quantidade de doses

No momento, não é aconselhável a realização de exames após a vacinação para comprovar imunização.

      • Mitos e verdades

A vacina COVID-19 (recombinante) produzida e registrada junto à Anvisa por Bio-Manguinhos/Fiocruz é fornecida para o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, com rótulos de acordo com o seu registro sanitário, conforme imagem disponível...

      • Tipos de vacina

Em estudos clínicos com a vacina, a maioria dos efeitos colaterais foi de natureza leve a moderada e resolvida dentro de poucos dias. Foram identificados também menos efeitos colaterais após a segunda dose.

 

      • Alergias e contraindicações

Voltar ao topoVoltar