Caso não esteja visualizando corretamente este e-mail, clique aqui
Boletim Fiocruz Internacional

Boletim bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz)

Março / 2019
Com o objetivo de incentivar mais meninas a seguirem uma carreira científica, a ONU estabeleceu o 11 de fevereiro como o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência. O dia foi comemorado pela primeira vez na Fundação com um painel em que cientistas falaram sobre suas trajetórias.
A Agência Fiocruz de Notícias preparou um especial com as últimas notícias, entrevistas, artigos de opinião de pesquisadores e outras informações sobre ações da Fiocruz sobre o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, o maior acidente de trabalho da história do país.
O projeto estudará patógenos e microrganismos no continente. Os impactos dos ecossistemas ricos e variados da Antártica na saúde dos animais e visitantes no próprio continente e na América do Sul ainda são pouco estudados.
A crise política e econômica que atinge a Venezuela tem tido impacto não só no país, mas na saúde pública dos países vizinhos, especialmente no que diz respeito a doenças transmitidas por vetores, como malária, a doença de Chagas, dengue, chikungunya e zika.
Nísia Trindade de Lima reuniu-se com a nova representante da Opas/OMS no Brasil, Socorro Gross, na sede da organização interacional em Brasília para tratar da cooperação entre as duas instituições.
A Cônsul reuniu-se com representantes da Fiocruz para discutir a colaboração de pesquisa em saúde entre o Canadá e o Brasil. Entre os temas: saúde indígena, atenção primária, cidades saudáveis e resistência antimicrobiana.
A descoberta é de pesquisadores da Escola de Saúde Pública Mailman, da Universidade de Columbia, e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pode ajudar a aprimorar o sistema de vigilância do país. O artigo foi publicado pelo periódico Scientific Reports, do Grupo Nature.
Estudos com ratos mostraram que a irisina, liberada pelos músculos durante o exercício, melhora a comunicação dos neurônios, preservando as sinapses. O hormônio também impede que as toxinas que causam alterações neurodegenerativas, levando ao início da doença, se liguem aos neurônios.
A médica Clarisse Dah veio do país da África Ocidental para um intercâmbio de um ano no Brasil, através do Programa Especial de Pesquisa e Treinamento em Doenças Tropicais. A iniciativa da OMS seleciona candidatos que venham de países com recursos limitados e que tenham interesse em ampliar conhecimento em doenças negligenciadas.
Com uma ampla revisão da literatura científica e mais de 115 estudos de caso, a publicação é resultado do trabalho de 5 anos de cientistas de 5 continentes. Publicado pela editora Cambridge University Press, o livro aponta caminhos para a transformação urbana necessária para tornar as cidades mais resilientes e sustentáveis.

Boletim Fiocruz International
Informativo bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz), editado pela Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz

Expediente Fiocruz Internacional | cancelar inscrição