Caso não esteja visualizando corretamente este e-mail, clique aqui
Boletim Fiocruz Internacional

Boletim bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz)

Novembro / 2018
Quarenta anos depois da Declaração de Alma Ata, que garantiu o direito humano universal à saúde, foi lançada a Declaração de Astana na Conferência Global de Atenção Primária à Saúde, no Cazaquistão. Após o evento, grupo de trabalho da Fiocruz reuniu-se para um balanço, no qual avaliaram os resultados da Conferência e os próximos passos de seu documento final.
Sob coordenação da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e da Fiocruz, por meio da Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), a iniciativa representa um importante marco para a diminuição da morbimortalidade infantil. A unidade é a segunda do continente africano nos moldes do modelo brasileiro: Cabo Verde conta com um BLH em funcionamento desde 2011.
Laboratório sentinela internacional é resultado da união da Fiocruz, da Universidade Federal de Brasília (UnB) e do Instituto Francês de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD). Projeto irá monitorar inicialmente a malária na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa.
“A Fiocruz é um legado para o Brasil que foca em algo muito caro ao coração da UNFPA: melhorar a vida dos jovens, para que eles possam prosperar e seguir em frente em prol da com igualdade”, declarou Natalia Kanem, em reunião na Fundação.
Programas de educação, como um doutorado em conjunto, intercâmbios e workshops foram algumas das sugestões para fortalecer a cooperação. Entre as temáticas de interesse estão o uso de big data, as doenças crônicas e infecciosas.
Memorando é o terceiro assinado entre a Fiocruz e intuições científicas chinesas. Cooperação prevê intercâmbio de cientistas e de dados, assim como a elaboração de projetos de pesquisa, eventos científicos e artigos em conjunto.
Publicado na revista 'Emerging Infectious Diseases' do CDC, estudo de pesquisadores da Fiocruz Bahia analisou 16 milhões de nascidos vivos e apontou que a mãe ter dengue na gestação pode aumentar em 50% chances da criança nascer com problemas neurológicos.
Estudo inédito do IFF/Fiocruz demonstra relação entre alteração do funcionamento da bexiga e infecção pelo vírus zika durante a gestação e aponta importância do tratamento precoce da doença.
A Fundação tornou-se um Centro Colaborador em Saúde Pública e Ambiente 2010 e esta é sua segunda redesignação, que será válida até 2022. Na nova designação, segundo recomendação da Opas/OMS, o Centro deve ter ênfase na Agenda 2030.
"Ciência e Saúde para Todos" é o mote da instituição. Valores são traduzidos em novo vídeo de quatro minutos.

Boletim Fiocruz International
Informativo bimensal do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz), editado pela Coordenadoria de Comunicação Social da Fiocruz

Expediente Fiocruz Internacional | cancelar inscrição