Início do conteúdo

07/07/2006

Um retrato da gravidez na adolescência


Um retrato da gravidez na adolescência
 
O aumento da taxa de fecundidade entre adolescentes brasileiras tem sido uma tendência registrada nos últimos 20 anos, principalmente entre jovens de 15 a 19 anos. A gravidez na adolescência virou, por assim dizer, um problema social. Uma pesquisa que acaba de ser publicada na revista Cadernos de Saúde Pública, da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp) da Fiocruz, traz novos indicativos da situação em três cidades brasileiras: Porto Alegre, Rio de Janeiro e Salvador. Segundo o trabalho, que avaliou os dados de 4.634 jovens dos três municípios, 17,9% das mulheres e 6,3% dos homens tiveram experiência de maternidade e paternidade antes dos 20 anos.

Leia mais na Agência Fiocruz de Notícias.

 

Voltar ao topoVoltar