Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

20/03/2017

Produção e acesso a medicamentos no Brasil é tema do Sala de Convidados

Farmacêutico trabalhando na produção de medicamentos em uma fábrica

Fonte: Canal Saúde

Nesta terça-feira (21/3), o Sala de Convidados vai discutir como anda a produção e o acesso aos medicamentos no país. Segundo o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) faltam medicamentos para doenças consideradas simples no mundo e o Brasil também é afetado por isso. Demanda, preços, falta de interesse na produção de medicamentos menos lucrativos por parte de laboratórios, entre outros tópicos estarão na pauta do próximo programa, que vai ao ar às 11h, ao vivo, no Canal Saúde.

Os convidados são o médico, doutor em saúde pública, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz, ex vice-presidente de Produção e Inovação da Fiocruz e membro do Painel de Alto Nível sobre o Acesso a Medicamentos da ONU, Jorge Antonio Zepeda Bermudez; o coordenador e líder do Grupo de Pesquisa sobre o Complexo Econômico-Industrial e Inovação em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz, Carlos Gadelha; e o 2° vice-presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades (ABIFINA), Reinaldo Guimarães.

Sobre o Sala de Convidados

Programa ao vivo, apresentado por Renato Farias, inédito toda terça-feira, das 11h às 12h. Os temas em geral são factuais, relacionados às políticas públicas na área da saúde e a participação do espectador pode ser antecipada ou no dia com perguntas através do número 0800 701 81 22, pela fan page do Canal Saúde, pelo e-mail canal@fiocruz.br e pelo chat (apenas durante o programa) no site da TV. 

Como assistir

Televisão: canal 2.4, no Rio de Janeiro e em Brasília e 3.4, em São Paulo, na multiprogramação da TV Brasil, no Sistema Brasileiro de TV Digital (também é acessível para celulares com TV); em todo o Brasil por antena parabólica digital (freqüência 3690). Internet: acesse o site do Canal Saúde e clique na WEB TV, na página principal (acessível por computadores e dispositivos móveis).

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar