Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

No mundo

No fim da década de 1990 surgiram diversas manifestações e declarações em favor do acesso aberto à informação científica, em resposta às dificuldades encontradas no modelo de publicação em revistas assinadas.

A Declaração de Budapeste (Budapest Open Access Initiative (Boai)) é considerada a mais importante desse movimento, por definir duas estratégias para a divulgação e publicação de estudos científicos:

  • a Via Verde, para a criação de repositórios institucionais (RIs) de acesso aberto com o objetivo de organizar e disseminar a produção científica de instituições de pesquisa; e
  • a Via Dourada, que se refere à produção e disseminação de periódicos científicos na internet, sem restrições de acesso ou uso.

Desde os anos 1990, o número de repositórios é crescente. Sejam institucionais (ligados a uma instituição) ou temáticos (sobre determinados assuntos), eles possibilitam:

  • Ampliar o acesso, aumentar a visibilidade e preservar em formato digital cada registro de conhecimento;
  • Dispor de fontes de informação privilegiadas para análise e gestão da pesquisa institucional;
  • Concorrer para o impacto dos resultados da pesquisa, ampliando os contatos e as possibilidades de novas parcerias e cooperações, nacional e internacionalmente;
  • Dispor de estatísticas de uso dos registros de informação, evidenciando perspectivas de interesse e de valor global e local;
  • Desenvolver uma infraestrutura tecnológica de fácil instalação e baixo custo de manutenção. 

A adesão dos pesquisadores às políticas de acesso aberto é benéfica por proteger a produção intelectual em ambiente seguro, que armazena os trabalhos permanentemente e identificados por um endereço eletrônico simples e persistente, permitindo que sejam citados e referenciados. Consequentemente reduz-se a possibilidade de plágio e aumenta-se no impacto dos artigos. Estudo comparando impacto de artigos com e sem acesso aberto (texto em inglês), divulgado em 2004 (Brody e Harnard) mostra que os artigos totalmente disponíveis recebem entre 2,5 e 5,8 mais citações que os off-line.

No Brasil, está em tramitação o Projeto de Lei do Senado 387/2011, do senador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg, que propõe a obrigatoriedade da implantação e do desenvolvimento de repositórios institucionais em universidades e institutos de pesquisa.

Voltar ao topoVoltar