Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

20/04/2017

Fiocruz promove ato contra a violência em Manguinhos, nesta terça (25)

Castelo da Fiocruz

Por: Thalita Rodrigues (EPSJV/Fiocruz)

A Fiocruz promove na próxima terça-feira, 25 de abril de 2017, um ato contra a violência em Manguinhos. A concentração será a partir das 8h30 na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz).

Leia também: Violência paralisa aulas e atividades na Fiocruz
Veja o mapa do ato contra a violência

Os frequentes conflitos armados em Manguinhos vêm afetando a vida de moradores, trabalhadores e estudantes da região. Por causa da situação de insegurança, as aulas na EPSJV estão suspensas até o dia 25 de abril para que a Escola possa avaliar as questões relativas à segurança de alunos e trabalhadores. Desde o início do ano até agora, a EPSJV já suspendeu as aulas por 15 dias, prejudicando cerca de 600 alunos, entre estudantes do Ensino Médio, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e trabalhadores do SUS. “A política de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro está resultando na vulnerabilidade de toda a população, em especial, das comunidades de baixa renda, caracterizando uma situação de Estado de Exceção”, diz o diretor da EPSJV, Paulo César de Castro Ribeiro.

Programação

Durante a concentração para o ato, de 8h30 às 10h, será realizada no pátio da EPSJV uma oficina de cartazes. Às 9 horas, será feita uma panfletagem na Estação de Manguinhos.  Às 10h, o grupo sairá da Escola em direção à Rosa dos Ventos, próxima a portaria da Leopoldo Bulhões, para o encontro com trabalhadores e alunos de outras unidades. Às 10h20, terá início a passeata em direção ao Castelo da Fiocruz, onde será realizado um ato às 11 horas, reunindo trabalhadores, estudantes e moradores de Manguinhos. Após o ato, o grupo retornará à EPSJV em passeata pelo Caminho de Oswaldo Cruz.

Na parte da tarde, serão realizadas rodas de conversa na EPSJV e a visita de uma comissão de trabalhadores da Fiocruz ao Colégio Estadual Compositor Luiz Carlos da Vila, em Manguinhos. O objetivo da visita é debater propostas de segurança, reorganização e revitalização das escolas de Manguinhos. As rodas de conversa serão realizadas na EPSJV. Às 14 horas, a conversa será sobre a violência nas escolas de Manguinhos. E a partir das 15h, uma liderança comunitária de Manguinhos irá falar sobre as consequências da violência na região.

Voltar ao topoVoltar