Início do conteúdo

Coleta solidária

O Programa de Coleta Seletiva Solidária da Fiocruz foi criado para atender à determinação do Decreto Lei 5.940/2006, que obriga os órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta e indireta a doarem os resíduos recicláveis descartados a associações e cooperativas de catadores.

Administrado pela Coordenação-Geral de Infra-Estrutura dos Campi (Cogic), o Programa gera recursos anuais para as cooperativas habilitadas por licitação pública, sem ônus para a Fiocruz.

Atualmente, a cooperativa habilitada para o recolhimento dos resíduos recicláveis gerados pela Fundação é a Coop Rio Oeste, que retira, duas vezes por semana, cerca de cinco toneladas de material.

Voltar ao topoVoltar